Segunda-feira, 13 de Julho de 2009
Um dia não me lembrarei disto.

Já não me lembro do que comi ontem ao almoço.

E pode muito bem ter sido apenas um prato. Mas nem desse eu me lembro.

Imaginem então como será para o Fernando Mendes lembrar-se das refeições do dia anterior.

 

Não me sinto frágil de memória, é certo.

Prova disso é o facto de eu ainda me lembrar dos anos em que o Sporting foi campeão.

E se não me lembro do meu almoço de ontem é porque não dou assim tanta importância ao que já comi.

Onde é que vamos jantar hoje? Bom, esse já é outro assunto.

 

Deverei eu ficar preocupado com esta minha memória, que aos 21 anos já apresenta sintomas de Alzheimer?

Claro que sim!

E vou já beber um William Lawson’s.

 

(Nada como enunciar uma notícia para tornar isto mais credível. Ela aqui está.)

 

Na Áustria, país de música com classe, um conjunto de investigadores concluiu que o consumo de álcool reduz o risco de Alzheimer nos idosos.

Vamos ver se eu percebi bem: então os velhotes têm uma probabilidade superior de terem o cérebro em forma se beberem uns canecos de vez em quando?

Porreiro, pá. Era mesmo dessa desculpa que o Jorge Palma andava à procura.

 

É curioso reparar como a idade muda as pessoas: Pelo que observo, em tenra idade o álcool tende a proporcionar o esquecimento nas pessoas.

Mas aos 80 anos, ajuda-nos a lembrar de tudo.

Eu duvido disto, sinceramente.

O que eu acho é que, ao beber álcool, os velhotes ganham um álibi.

Alzheimer? Não, senhor doutor. Eu é que estava meio ébrio, sabe…

 

Ou então não duvido.

Ou então gosto apenas de me contradizer.

É óbvio que o vinho tinto faz bem à memória dos idosos!

Porque se lhes for dada a permissão para beber um copo de vez em quando, é certo que estes nunca estes se vão esquecer, pelo menos, do sítio onde têm a garrafa.

 

Por outro lado, é sem dúvida um bom estudo a apresentar ao mundo.

Porque quem tem 85 anos já não se deve preocupar com a saúde.

Deve, isso sim, aproveitar os seus últimos tempos da melhor forma possível, divertindo-se e - porque não? - bebendo uns canecos com os amigos da tropa.

Divirtam-se, velhotes. E deixem de se candidatar à Presidência da República.


há tanta coisa gira para fazer neste mundo, mas o Dias optou por escrever isto pois não tinha nenhuma amiga com ele e encontrava-se: de tal forma que me esqueci.
enquanto o Dias escreveu este artigo, apesar de pequenas, as suas orelhas ouviram isto: The Dead Weather - Hang You From The Heavens


'sussure alguma coisa ao ouvido do Dias:

'se quer saber onde raio anda o tal artigo que ouviu falar, procure aqui:
 
'Julho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
14
15
17
18

19
21
22
23
24
25

26
27
29
30
31


'apesar de frequentarem blogs muito maus, o Dias sugere-vos estes:
'coisas muito mal escritas, mas bastante recentes

' Sem título.

' E se eu não tivesse tempo...

' O nome "Vigor" pode mesmo...

' O fim das bolachas Maria.

' Se está farto de mulheres...

' Adorar vacas pode, afinal...

' Eles não gostam de nós.

' Não leia isto para bebés.

' Levante o pé.

' Contem-me uma melhor.

' Alto e pára o baile!

' Um casamento garante-te n...

' Já que a Bolsa não dá nad...

' Um dia não me lembrarei d...

' "Olha, queres uma pastilh...

' Uma Sueca em vez de Solit...

' É tudo uma questão de tem...

' Caros Leitores

' Isto desconcentra os deus...

' Vai um copo?

'porque um blog com um arquivo é sempre uma coisa muito gira
2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


blogs SAPO
'subscrever feeds