Sexta-feira, 14 de Agosto de 2009
Não leia isto para bebés.

Bebés: São ou não a coisa mais fofa do mundo?

Sejam ou não, há que reconhecer nos bebés a sua forte capacidade de, tal como os remates da nossa Selecção, fazer-nos exclamar tantas vezes aquele típico "aaawwww".

 

E os bebés são uns fofos porque, na verdade, são uma miniatura de nós.

E é isso que nos fascina: As versões pequenas das coisas normais.

Se eu for à rua apontar para um pardal, as pessoas dirão que eu estou parvo.

Mas se for um bebé, é fofo.

Porque a mãozinha fecha-se de uma forma especial, e porque o raio do miúdo nasceu há 3 meses mas já se fascina com o passarito.

E se for o Manuel Vilarinho a apontar ao pardal, os seus amigos explicar-lhe-ão que este não serve para acasalar com a Vitória.

Mas ele não perceberá, e pedirá mais uma rodada para acompanhar a explicação.

 

Os bebés são uns fofos, pois claro.

E são também bastante inteligentes.

Duvidam?

Claro que não!

Ninguém é capaz de dizer mal de bebés.

Mas para comprovar, eu dou-vos uma notícia no próximo parêntesis com essa confirmação.

 

(Aqui.)

 

Segundo Alison Gopnik, os bebés são altamente inteligentes, passando o tempo todo a interpretar as coisas à sua volta e a tirar conclusões.

E isso explica, segundo ela, o facto de estes dormirem tanto.

É para descansarem o intelecto, pois claro.

 

E eu concordo.

Mas de uma forma diferente: Sem dúvida que os bebés são os seres mais inteligentes do mundo, pois não precisam de fazer esforço nenhum para terem comida, dão-lhes banho, não precisam de ir à casa-de-banho para aliviar as suas necessidades e a preocupação de quem os ronda é que estes não chorem, e que vivam felizes.

No fundo, os bebés conseguem logo à nascença aquilo que nós hoje agoiramos, mas que só conseguimos se tivermos uma conta milionária.

Ou então se chegarmos aos 90 anos.

 

Chopnik diz-nos que os bebés são inteligentíssimos, e na verdade todos já fomos bebés.

E, portanto, já todos fomos inteligentes.

O que se passou então para que a Elsa Raposo ficasse assim?

 

A meu ver, é este o próximo passo da ciência: perceber porque raio perdemos nós as capacidades com que nascemos.

Será que o Nestum faz mal?

Ou serão os Teletubbies?

Eu não percebo nada do assunto, é claro.

Mas estou em crer que a leitura de blogues como o meu também não ajuda muito.

 

Fica então o conselho: leia apenas o meu blogue depois de já ter visto uma emissão do Jornal Nacional.

É que depois disso, já nada há a fazer...

E, claro, não leia isto para bebés.


há tanta coisa gira para fazer neste mundo, mas o Dias optou por escrever isto pois não tinha nenhuma amiga com ele e encontrava-se: graúdo.
enquanto o Dias escreveu este artigo, apesar de pequenas, as suas orelhas ouviram isto: Hess is More - Ssshhhh


'sussure alguma coisa ao ouvido do Dias:

'se quer saber onde raio anda o tal artigo que ouviu falar, procure aqui:
 
'Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
15

16
17
18
20
22

23
24
25
27
28
29

30
31


'apesar de frequentarem blogs muito maus, o Dias sugere-vos estes:
'coisas muito mal escritas, mas bastante recentes

' Sem título.

' E se eu não tivesse tempo...

' O nome "Vigor" pode mesmo...

' O fim das bolachas Maria.

' Se está farto de mulheres...

' Adorar vacas pode, afinal...

' Eles não gostam de nós.

' Não leia isto para bebés.

' Levante o pé.

' Contem-me uma melhor.

' Alto e pára o baile!

' Um casamento garante-te n...

' Já que a Bolsa não dá nad...

' Um dia não me lembrarei d...

' "Olha, queres uma pastilh...

' Uma Sueca em vez de Solit...

' É tudo uma questão de tem...

' Caros Leitores

' Isto desconcentra os deus...

' Vai um copo?

'porque um blog com um arquivo é sempre uma coisa muito gira
2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


blogs SAPO
'subscrever feeds