Sexta-feira, 28 de Abril de 2006
Não, não foi ilusão!

David Copperfield, o homem que já iludiu meio mundo de formas mais geniais que o próprio George W. Bush durante a campanha eleitoral, foi assaltado! Ele e suas assistentes, em West Palm Beach, na Florida.

O grande ilusionista Copperfield e as suas amigas (que ele traria, certamente, no fundo de um chapéu, ao pé dos coelhos... Ou então no meio do lenço de mão, entre restos de muco nasal e da sempre presente pomba branca!) foram surpreendidos após um jantar, tendo sido mesmo assaltados!

É fantástico, a sério! Não compreendo como é que o grande David não disse aos ladrões algo do estilo:

"Oh amigo, está a ver esta nota na minha mão? Você quer a dita, não quer? Mas olhe... Desapareceu!"

É que assaltar David Copperfield é capaz de ser uma façanha de difícil alcance para os mais fracos...

Segundo noticía o JN, Copperfield ainda conseguiu iludir os assaltantes, dizendo-lhes que tinha os bolsos vazios, quando na verdade estavam lá o seu telemóvel, a carteira e ainda o passaporte.

Mas esta era a outra parte previsível: Qual é que é o ladrão que pensa que o David Copperfield lhe vai dizer: "Sim senhor! Está aqui a minha carteira, o meu cartão de crédito e, se reparar, tenho o código do cartão escrito na parte de trás do mesmo!"

É óbvio que um David Copperfield não é assaltado assim da noite para o dia. Segundo consta, os assaltantes estavam obviamente armados. E foi isto que os salvou! Porque já estou a imaginar que, se eles não estivessem armados, o Copperfield estava mais à vontade para lhes fazer o mítico truque: (Ora reparem)

"O quê? O senhor quer o meu dinheiro? Para quê, se você tem esta moeda na sua orelha?"

Ah, velhos tempos de infância, em que os adultos nos tocavam na orelha e depois nos mostravam uma moeda, dizendo que a tinham tirado da nossa orelha. No entanto, acho que este tipo de façanha só é feito aos homens... Porque as mulheres continuam a ter só o dinheiro na cabeça!

Agora assaltar o Copperfield... É loucura! Pior que isso foi terem, há tempos, tentado assaltar Maurice Greene, que já foi detentor do recorde mundial dos 100 metros em velocidade (se ainda é, não sei... Já não ando bem informado acerca disso...), por puxão seguido de fuga... É outra coisa incrível! Será que algum ladrão pensa que ganha em corrida a um homem que faz os 100 metros em menos de 10 segundos?

E ainda há mais! Como é que se ameaça um Copperfield com uma arma, se ele já esteve, possivelmente, fechado dentro de uma caixinha e cortado aos bocados, com facas a passarem pela barriga dele e tudo?

Ah ladrões, se todos fossem como o Copperfield, o negócio do assalto estaria como a masculinidade do Carlos Castro: Em crise!


há tanta coisa gira para fazer neste mundo, mas o Dias optou por escrever isto pois não tinha nenhuma amiga com ele e encontrava-se: Cansadito, outra vez...
enquanto o Dias escreveu este artigo, apesar de pequenas, as suas orelhas ouviram isto: Bloc Party - Banquet


Sexta-feira, 21 de Abril de 2006
Indonésia.

Caros:

José Castelo Branco;
Cláudio Ramos;
Manuel Luís Goucha;
(Entre outros)

É com muito prazer que vos indico a porta de saída deste país que é Portugal, onde nunca foram perfeitamente percebidos e amados, e abro-vos a porta à Indonésia! A Indonésia é o país ideal para vocês, meus caros!

"Porquê?", perguntais vós... Antes disso, um pouco de história!

A Indonésia é por nós, portugueses, muito mal vista! Tudo isto por causa daquelas questões lá com Timor e tal... As milícias, a violência, o massacre lá no cemitério. No fundo, sempre achámos que aquele país era de muito má onda.

A verdade é que este país, com tanta guerra e tanta força evidenciada, parecia ser um território de valentes homens. No entanto, nunca se ouviu falar em macho indonésio, ao contrário do 'nosso' macho latino. E talvez não seja por acaso...

Com tanta guerra, talvez no fundo de muitas trincheiras, homens e mais homens ali ao monte juntavam-se até que, um dia, repararam: "E as mulheres?". E, muito possivelmente, lá se esqueceram da existência delas e tornaram-se gays...

"Caramba, Miguel, mas de onde é que raio caíu essa ideia?"

Eu explico: Nos últimos dias, enormes manifestações violentas ocorreram em Jacarta, a capital do país mais gay do mundo, a Indonésia. "País mais gay" pois estas manifestações tinham como mote o seguinte: "Não queremos a Playboy no nosso país!"

Basicamente, a revista norte-americana decidiu criar uma publicação na Indonésia, com vista ao mercado da zona. Cientes dos preconceitos desta sociedade, os tipos decidiram publicar fotos menos "agressivas" às mentes dos indonésios, com as meninas vestidas e com poses menos lascivas. Mas nem assim! Parece que os indonésios tem algo na mente na onda do "Sem burka, não são nada!". Ou, pelo menos, assim parece...

A verdade é que extremistas da Frente dos Defensores do Islão manifestaram-se de tal forma que a publicação não passou do número inaugural.

 

Depois disto, várias ideias me ocorrem, entre as quais a seguinte: Caros indonésios, vocês não gostam de mulheres, é?

Quase que aposto que neste país o jornal mais vendido deve ser o desportivo... Mas pelas fotografias, claro está!


há tanta coisa gira para fazer neste mundo, mas o Dias optou por escrever isto pois não tinha nenhuma amiga com ele e encontrava-se: Tudo menos indonésio!
enquanto o Dias escreveu este artigo, apesar de pequenas, as suas orelhas ouviram isto: Mesa - Arrefece


Aí está...

O artigo número 100 deste blog!!!

A verdade é esta: este singelo site já alberga no seu arquivo 100 deprimentes artigos, de tal forma que a questão mantém-se: "Até quando, Miguel... Até quando este martírio?"

Pois bem, eu explico:

A minha primeira ideia, quando criei este blog, foi: "Bom, vou escrever até o Benfica ser campeão!!!". Foi o meu grito de loucura, no momento! No entanto, isto tornou-se boa onda, o Benfica foi campeão e eu, já com isto enraizado em mim, pensei: "Bom, não é desta que acabo com isto!"

Depois disso, pensei: "Já sei!! Vou escrever até o Cavaco decidir falar sobre a candidatura à Presidência da República!". Pois bem, esse dia entretanto chegou e eu, ainda com forças para continuar este projecto, lá abandonei a ideia de terminar isto.

Após tal evento, e ainda com as Presidênciais em mente, pensei: "Ok, acabo com o blog quando o Mário Soares já não se aguentar das pernas...". Só depois reparei que este pensamento era estúpido. E Porquê? Porque tendo este blog menos de dois anos, segundo a ideia antes apresentada ele nem sequer tinha aparecido!

E foi aí que uma luz surgiu ao fundo do túnel! E agora sim, já sei quando é que irei acabar com este blog!

"Quando, Miguel? Mas quando é que libertas Portugal deste enorme sofrimento?" será certamente o vosso pensamento... Quanto a isso, apenas posso dizer-vos uma coisa: Foram vocês que votaram no Sócrates... Eu ainda não era eleitor, meus caros! Vocês fazem, vocês pagam! (E eu, infelizmente, também.)

Mas voltando à temática do fim deste blog, o meu plano agora é: Este blog só acaba quando o Ministro da Agricultura se demitir!!!

(E daí é melhor não. Com tantas manifestações recentemente...)

Depois de tanto meditar, e de até ter pensado na hipótese "Isto acaba quando o Freitas do Amaral ficar careca!", conclui que é melhor não marcar um final para isto.

Por outras palavras: Quando isto acabar, que tenha um final tão deprimente quando o seu conteúdo em si!

De resto, é acabar de escrever isto e parto para o artigo 101, até porque já encontrei notícia fantástica para merecer comentários!

 

Para os leitores que me acompanharam ao longo dos 100 artigos (ou até mesmo só ao longo deste), o meu profundo obrigado! Se não fossem vocês, acreditem, eu já não perdia tempo com isto! Bem hajam por me tirarem horas de sono, de estudo e, quiçá, de engate a miúdas...

 

Um abraço: Miguel Dias


há tanta coisa gira para fazer neste mundo, mas o Dias optou por escrever isto pois não tinha nenhuma amiga com ele e encontrava-se: Centenário.
enquanto o Dias escreveu este artigo, apesar de pequenas, as suas orelhas ouviram isto: Green Day - Time of Your Life


Terça-feira, 18 de Abril de 2006
Há que prestar homenagem...

Ao bigode mais inteligente do mundo: Foi há 30 anos que morreu Albert Einstein. Nascido na Alemanhã, foi ele quem formulou as teorias que hoje nos permitem ter telemóvel, computador e, ao mesmo tempo, receio da ameaça nuclear do Irão.

Foi, sem dúvida, uma mente brilhante! É de mais como aquele que nós precisávamos!

Presumindo que muitas crianças estejam a ler isto, deixem-me explicar-vos a grandiosidade deste senhor: Estão a ver o Mourinho? Pois bem... O Einstein era um pouco como "O Mourinho da Física".

(Não apanharam, crianças? Ok, vou tentar outra vez...)

Estão a ver o José Castelo Branco? Então imaginem uma pessoa com tanta inteligência quanto a estupidez do Castelo Branco...

(Não deu? Hmmmm... Como vos hei-de explicar isto? Podia tentar falar-vos do Carlos Silvino, que esse conhecem vocês bem, mas é melhor não...)

A inteligência do Einstein era quase tão grande quanto o Luisão do Benfica!!!

(Agora sim, apanharam!)

 

A verdade é que Einstein esteve sempre um passo à frente da sociedade em que ele viveu. Prova disso é que ele viveu imenso tempo da sua vida nos EUA e, no fundo, era europeu...

Este génio de 240 de QI doutorou-se com 15 anos de idade e a sua grande teoria (não desprezando as anteriores, que são de evidente importância no domínio da Física), a da Relatividade Geral, foi apresentada pelo próprio quando este tinha apenas 25 anos.

Ou seja, este Einstein teve na ciência um percurso semelhante ao dos futebolistas: Na juventude demonstrou toda a sua força, mas após os 30, apesar de continuar a saber, acalmou o ritmo e gozou dos seus tostões. Portanto, Einstein acabou por ser "O Futebolista da Ciência". (E agora, para acabar o artigo com grande teoria filosófica...) Resta-nos saber quem é que marcará o golo após o centro do Einstein...

(Caramba, este blog tem andado a mudar muito...)


enquanto o Dias escreveu este artigo, apesar de pequenas, as suas orelhas ouviram isto: Red Hot Chili Peppers - Dani California
tags:


Sábado, 15 de Abril de 2006
Teclado tripeiro.

Ora aqui está a primeira manipulação de fotos deste blog!

 

 

"Espero que tenham bisto bem..."


há tanta coisa gira para fazer neste mundo, mas o Dias optou por escrever isto pois não tinha nenhuma amiga com ele e encontrava-se: Cheio de sono...
enquanto o Dias escreveu este artigo, apesar de pequenas, as suas orelhas ouviram isto: Blind Zero - Day 1


'sussure alguma coisa ao ouvido do Dias:

'se quer saber onde raio anda o tal artigo que ouviu falar, procure aqui:
 
'Abril 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13

16
17
19
20
22

23
24
25
26
27
29

30


'apesar de frequentarem blogs muito maus, o Dias sugere-vos estes:
'coisas muito mal escritas, mas bastante recentes

' Sem título.

' E se eu não tivesse tempo...

' O nome "Vigor" pode mesmo...

' O fim das bolachas Maria.

' Se está farto de mulheres...

' Adorar vacas pode, afinal...

' Eles não gostam de nós.

' Não leia isto para bebés.

' Levante o pé.

' Contem-me uma melhor.

' Alto e pára o baile!

' Um casamento garante-te n...

' Já que a Bolsa não dá nad...

' Um dia não me lembrarei d...

' "Olha, queres uma pastilh...

' Uma Sueca em vez de Solit...

' É tudo uma questão de tem...

' Caros Leitores

' Isto desconcentra os deus...

' Vai um copo?

'porque um blog com um arquivo é sempre uma coisa muito gira
2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


blogs SAPO
'subscrever feeds