Quinta-feira, 29 de Junho de 2006
Mais mortes na Faixa de Gaza!

Ando eu livremente a navegar pelo ciberespaço quando, subitamente, me deparo com uma notícia cuja primeira frase é:

"Dois Palestinianos foram mortos e outros sete, entre os quais um bébé, ficaram feridos, após a explosão de uma granada, na zona sul da Faixa de Gaza."

Até aqui, nada de especial... Vindo da Faixa de Gaza, até parece uma boa notícia, pois morrendo só duas pessoas de cada vez, estamos a caminho da paz! Ficamos todos a pensar "Ok, os israelitas lá se passaram outra vez com um bando de palestinianos e a granada acabou com o stress deles!"

Mas não! Nada disto aconteceu! É na próxima linha que esta notícia se notabiliza, senão reparem:

"A família encontrava-se a brincar com a granada na vila de Khan Yunis quando esta explodiu."

Esperem lá, deixem-me escrever outra vez para ficarem com a ideia bem assente na vossa mente:

"A família encontrava-se a brincar com a granada"

Será que na Faixa de Gaza não há o Party & Co.? Ou, pelo menos, o Trivial Pursuit, versão "Debaixo de Fogo"? É que, parece-me, talvez fosse mais divertido e, pelo menos, um pouco mais seguro... Já estou a imaginar as perguntas deste Trivial Pursuit: "Qual o calibre da arma que matou o 28º filho do Assidiah?"

Dada a falta de outra coisa para brincar, esta família divertia-se com uma granada! Eu lembro-me de, quando era petiz, jogar uma coisa chamada "batata quente", com balóes de àgua! Ali era a sorte (e o jeito de receber o balão!) que imperavam! O pessoal dispunha-se de forma circular e depois passava o balão de uns para os outros, até que um se distraía e, não apanhando o balão como deve ser, ficava todo molhado. Em Gaza não! Eles levam tudo mais a sério! E então brincam com granadas, até que o chefe de família decide tirar a cavilha e ver quem é o escolhido para ir andando para o cemitério...

É, sem dúvida, um jogo não aconselhável a amantes da vida, mas não deixa de ser interessante pensar que uma família se diverte com granadas.

Mas também... Desde que vi os holandeses a pensar que brincavam com a nossa selecção, já estou pronto para ver tudo!




Terça-feira, 27 de Junho de 2006
Àgua.

Longe vão os tempos em que frequentava as sempre animadas aulas de Filosofia, é certo, mas ainda me lembro que a àgua era um símbolo com dois significados: fonte de vida e, ao mesmo tempo, causa de morte. Desta forma, é complicado pensar em beber àgua...

A verdade é que no domingo passado, um senhor em Estremoz bem que deve ter pensado em todos os significados simbólicos da àgua, pois ao beber aquilo que estava rotulado numa garrafa como sendo "Àgua de Nascente", ficou cheio de dores, tendo sido internado de urgência no Hospital São Francisco Xavier. E este caso leva-nos, uma vez mais, a questionar a Filosofia:

Naquelas aulas aprendi que a àgua era fonte de vida pois é essencial para a sobrevivência de todas as espécies de vida terrestre. No entanto, era também causa de morte pois quem não sabe nadar...

Então, se a àgua é fonte de vida porque nós a bebemos, será que o internamento deste senhor é um sinal de vida saudável? Não me parece...

A verdade é que tudo aponta para que o líquido que se encontrava dentro da garrafa não ser àgua, e aí toda esta teoria vai, no fundo, "por àgua a baixo"...

De tal forma que é necessário analisar o outro ponto da questão: a àgua como causa de morte. Efectivamente, quem não souber nadar terá o caso mal parado! Mas, avaliando as mais recentes notícias de Santa Comba Dão, àgua também pode ser encarada como um símbolo da presença da morte. Pelo menos, se tivermos em conta que o serial killer daquela localidade utilizava a àgua para esconder cadáveres...

Esta é, sem dúvida, a pior forma de aproveitamento dos recursos hidrícos existentes em Portugal. Ainda para mais em tempo de seca, meus amigos! De tal forma que este pormenor devia ser também considerado no julgamento do dito psicopata, não esquecendo no entanto os hediondos crimes que o mesmo cometeu!

É que, a não se verificar este tipo de pormenores, as pessoas vão pensar que podemos fazer à àgua aquilo que bem entendermos! E daqui a uns tempos teremos a Albufeira do Alqueva toda poluída, facto esse vergonhoso, dado que aquilo ainda está a encher!!

(Mas querem ver que... Olha! O Alqueva poluído já é um facto consumado!)

Enfim, caros leitores... Poupem àgua!


há tanta coisa gira para fazer neste mundo, mas o Dias optou por escrever isto pois não tinha nenhuma amiga com ele e encontrava-se: Com sede. Mas será que...
enquanto o Dias escreveu este artigo, apesar de pequenas, as suas orelhas ouviram isto: Keane - Broken Toy


Domingo, 25 de Junho de 2006
Quando a Budweiser é patrocinadora oficial do Campeonato do Mundo...

 

... tudo pode acontecer aos adeptos! Especialmente aos americanos!

 

Um adepto dos Estados Unidos da América, que não se quis identificar, perdeu-se na cidade de Hanover, depois de ter assistido ao jogo entre a Polónia e a Costa Rica. E logo aqui se percebe como ele andava perdido, pois nem sequer se lembrou que os Estados Unidos jogavam noutra cidade, noutro dia, a outra hora...

Mas este senhor de 25 anos, natural de Boston, saiu do seu hotel em direcção ao estádio e, depois do jogo, não se lembrava do nome do hotel, nem da rua, nem qualquer outro tipo de dado que pudesse ajudar alguém a identificar o seu hotel. Ao que a agência Reuters noticía, após o jogo este adepto andou mais de 6 horas à procura do raio do hotel e só às 3 da manhã é que se lembrou de pedir auxílio à polícia local. E foi neste instante que ele deu a preciosa pista aos polícias!! A pista que guiou os polícias ao hotel correcto!

 

Basicamente, este americano de 25 disse:

"Em frente ao hotel estava estancionado um Mercedez."

Não sei se sabem bem o significado desta pista na Alemanha, mas é mais ou menos o equivalente a, em Portugal, identificar uma estação do Metro com a pista:

"Estava uma senhora a pedir dinheiro nas escadinhas de acesso à estação..."

Ou isso ou identificar um restaurante lisboeta com a dica:

"O empregado de mesa era brasileiro."

 

A meu ver, parece-me que os alemães já estavam precavidos para isto... Já estou a imaginar a enorme organização entre os hotéis de Hanover:

"Bom, tu pões um Mercedez à frente do teu hotel... Eu ponho um BMW... E também já falei com o gerente do outro hotel para por um Volkswagen!"

 

Como é óbvio, a parte de a polícia ter identificado o hotel com a pista do Mercedez é brincadeira minha. Os polícias ainda fizeram o adepto passear pelas ruas de Hanover até ele reconhecer o raio do hotel. O que pode indiciar que, talvez, este adepto fosse extremamente inteligente: Desta forma teve uma visita guiada à cidade sem pagar nada! A não ser umas cervejas a seguir ao jogo...

Mas não... As palavras "americano" e "inteligente" não combinam...


há tanta coisa gira para fazer neste mundo, mas o Dias optou por escrever isto pois não tinha nenhuma amiga com ele e encontrava-se: À espera do Portugal-Holanda
enquanto o Dias escreveu este artigo, apesar de pequenas, as suas orelhas ouviram isto: Keane - Crystal Ball


Sábado, 24 de Junho de 2006
Riquelme, um homem sério!

riquelme

Já vinha a reparar nisto há algum tempo, mas com o jogo de hoje entre a Argentina e o México, impôs-se este artigo! Juan Roman Riquelme, o número dez da selecção das pampas, é possivelmente o jogador mais mal disposto que alguma vez pisou os relvados mundiais!

Riquelme, o organizador de todo o jogo ofensivo argentino, entra em campo sempre com a mesma cara, e quando marca um golo, a sua reacção é, geralmente, levantar um braço e abrir a boca... Mas sem sorrir!

A verdade é que, a julgar pelo semblante de Juan, parece que lhe morre um irmão todos os dias em que joga! Riquelme está em campo sempre com a mesma cara de pessoa muito triste e que está em sofrimento constante. No fundo, e para aqueles que não conhecem, ele está sempre com o chamado "semblante Mário Soares no pós-Presidenciais 2006"!! Sempre!

No entanto, é Riquelme quem faz os passes maravilha, quem organiza tudo, tanto na selecção argentina como também no "submarino amarelo". O que nos faz pensar: Será que quem manda nas coisas tem de ter sempre um semblante sério? Senão vejamos: outra pessoa que nunca ri é o Mourinho! (Ok, fora quando ele ganha ao Manchester United...)

Assim sendo, é curioso ver que o Sócrates passa o tempo a rir...

A verdade é que Riquelme é um grande jogador, independentemente de andar sempre com cara de funeral ou não...


há tanta coisa gira para fazer neste mundo, mas o Dias optou por escrever isto pois não tinha nenhuma amiga com ele e encontrava-se: Com sono.
enquanto o Dias escreveu este artigo, apesar de pequenas, as suas orelhas ouviram isto: Hoobastank - Say the Same


Domingo, 18 de Junho de 2006
Até já me canso...

...de estar sempre a falar do jornalismo português! A sério: Como autor destes artigos vou tentando variar o alvo das "piadolas" que por aqui faço, para que isto não se torne monótono. Mas há alvos que, quando eu não quero apontar a eles, mexem-se para que eu tenha mesmo que lhes acertar!

Desta feita, são os jornalistas que não fazem mais do que dar-nos razões para rir deles!

Como é sabido, sou de Vila de Rei, pacato concelho no centro de Portugal. Se, para muitos, pode ser visto como um destino modesto de férias, com variadas atracções de qualidade, para outros Vila de Rei não passa daquela terrinha que está a ficar deserta e que, como tal, teve de ir buscar cidadãos brasileiros a Maringá para habitar o concelho. E, até aqui, (quase) tudo se compreende...

O que não se compreende é a insistência com que os nossos jornalistas acompanham a vida destes novos habitantes do concelho. Ok, teve piada quando acompanharam a viagem deles desde o aeroporto até à terra onde iam morar, vendo as reacções deles à medida que iam conhecendo o "terreno"... E também foi bastante útil o debate no Prós e Contras acerca da imigração!

Agora parece-me abusar estarem a acompanhar a vida deles quase na onda Big Brother! Ainda hoje, pelo simples facto da selecção brasileira jogar no Campeonato do Mundo, cá estavam eles a fazer um directo!

E é nesta altura que todos paramos para pensar: Será que não há mais nada a passar-se em Portugal? Não há nenhum evento cultural algures? Ou uma reunião de ministros? Ou uma Repartição de Finanças a trabalhar? (Isto sim, seria notícia!)

É assustador ver como os jornalistas lusitanos se agarram a notícias tão mesquinhas até dissecarem todos os seus pormenores! Neste momento, os espectadores mais atentos sabem que os brasileiros que vivem em Vila de Rei viram o jogo da sua selecção... Mas certamente não sabem que em Vila de Rei houve um festival de rock este mesmo fim-de-semana!!

A verdade é que, desde a emancipação da TVI, o sensacionalismo tomou conta disto! Não interessa a utilidade (e a credibilidade!!!) da informação. O que interessa é ser sensacional!

"Corre um rumor de que a barragem do Alqueva está a ser minada por minhocas". Ok, não tem lógica... Mas vamos abrir um noticiário com isto!

"Consta que a floresta portuguesa está a ser ameaçada por um batráquio de dimensões microscópicas". É uma barbaridade, mas vamos fazer um directo de uma floresta!

"Fontes de Belém informam que Cavaco Silva proferiu 2 frases sem falar da crise económica em nenhuma delas." É impossível!! Mas vamos pôr o Miguel Sousa Tavares a comentar isto!

Enfim... Já irrita! Felizmente, ainda existe a redacção da RTP para salvar o jornalismo televisivo..

Por outro lado, e voltando ao assunto de abertura deste artigo, era boa onda os jornalistas deixarem os novos habitantes de Vila de Rei viverem em paz e sossego. No final de contas, também foi em busca disso que eles vieram para cá!


há tanta coisa gira para fazer neste mundo, mas o Dias optou por escrever isto pois não tinha nenhuma amiga com ele e encontrava-se: Rouco!
enquanto o Dias escreveu este artigo, apesar de pequenas, as suas orelhas ouviram isto: My Tie - The Entrance


'sussure alguma coisa ao ouvido do Dias:

'se quer saber onde raio anda o tal artigo que ouviu falar, procure aqui:
 
'Junho 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
13
14
16
17

19
20
21
22
23

26
28
30


'apesar de frequentarem blogs muito maus, o Dias sugere-vos estes:
'coisas muito mal escritas, mas bastante recentes

' Sem título.

' E se eu não tivesse tempo...

' O nome "Vigor" pode mesmo...

' O fim das bolachas Maria.

' Se está farto de mulheres...

' Adorar vacas pode, afinal...

' Eles não gostam de nós.

' Não leia isto para bebés.

' Levante o pé.

' Contem-me uma melhor.

' Alto e pára o baile!

' Um casamento garante-te n...

' Já que a Bolsa não dá nad...

' Um dia não me lembrarei d...

' "Olha, queres uma pastilh...

' Uma Sueca em vez de Solit...

' É tudo uma questão de tem...

' Caros Leitores

' Isto desconcentra os deus...

' Vai um copo?

'porque um blog com um arquivo é sempre uma coisa muito gira
2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


blogs SAPO
'subscrever feeds