Quarta-feira, 26 de Julho de 2006
Dr. House!

Hoje dei por mim meio aborrecido. Talvez por ter uma corda partida na guitarra, ou então porque não consegui ver o episódio da Floribella de ontem, a verdade é que recorri ao You Tube para me entreter. E ainda bem!

Encontrei lá esta pérola! É disto que se fazem grandes séries!


há tanta coisa gira para fazer neste mundo, mas o Dias optou por escrever isto pois não tinha nenhuma amiga com ele e encontrava-se: Diagnosticado, obrigado.
tags:


Segunda-feira, 24 de Julho de 2006
Um grande passo para a Humanidade... E obrigado à caneta!

A ida do Homem à Lua, em 1969, foi um enorme feito para a Humanidade! E isto ninguém questiona! Porque, das duas opções, uma tem de estar correcta: Ou Neil Armstrong pisou mesmo solo lunar e aí o feito é enorme... Ou então, segundo outras teorias, tudo aquilo foi trabalho de cinema, sendo que, dessa forma, o feito enorme foi terem conseguido enganar 6 biliões de pessoas!

Enfim... Esses tempos já passaram... Agora tudo é claro e objectivo! Todos nós percebemos o que se passa no Mundo e sabemos exactamente o que estamos a ver! Só quando ligamos a televisão e vemos o João Malheiro na Tertúlia Cor-de-Rosa é que desconfiamos disto...

A verdade é que 6 biliões de pessoas acreditam que o Homem chegou à Lua em 1969. E, apoiado nesta possibilidade, o livro "Apolo 11: The Untold History" revela mais um capítulo desta hilariante viagem! Segundo o que este livro revela, Neil Armstrong e Edwin Aldrin, enquanto estavam na Lua, desligaram acidentalmente um circuito eléctrico...

Até aqui nada de novo... Às vezes acontece! Distraímo-nos e fazemos porcaria! O Santana Lopes que o diga...

No entanto, sem aquele circuito eléctrico, a cápsula dos dois astronautas não podia sair da Lua. E é esta a história por revelar! Segundo esta teoria, o presidente Nixon, informado sobre este assunto, chegou a escrever uma carta à nação, a anunciar a perda dos três aventureiros do espaço...

Também em Portugal, em tempos, alguém pensou em escrever uma carta a anunciar o desaparecimento dos Pólo Norte do panorama musical. E aí a notícia era boa! Mas, segundo consta, eles estão prestes a lançar um novo CD...

Mas, voltando à história dos astronautas, segundo consta houve um momento heróico na viagem! Segundo esta teoria, a tripulação arranjou o circuito eléctrico com... Uma caneta!!!

Então mas... Espera lá! Eu aprendi que quem foi à Lua em 1969 foram Neil Armstrong e Edwin Aldrin, ficando Michael Collins a orbitar a Lua numa outra cápsula. Agora com esta história da caneta... Será que o grande MacGuyver também embarcou nesta viagem? Nesta pequena notícia que tenho em mãos, o "Herald Sun" não fala numa eventual presença de MacGuyver nesta teoria, mas parece-me lógico que só esse podia salvar três astronautas no espaço!

A verdade é que o governo norte-americano de então ordenou a NASA a desligar o contacto com os astronautas, no caso de o acidente ser iminente, pois eles não queriam que o mundo visse três pessoas a flutuar pelo espaço fora. No entanto, a meu ver, se essas pessoas fossem o Liedson, o Paulo Portas e o Tino de Rans, não vejo onde é que está o problema...

Felizmente, para a história da Humanidade, tudo correu bem e os astronautas regressaram à Terra. Mas há mais uma história por contar. Segundo consta, Neil Armstrong usou a frase "Mas que raio é aquilo?" enquanto estava na Lua, sem nunca ter dito o que viu. Pois bem! Segundo este livro, Aldrin confessou que os astronautas viram um objecto estranho no espaço, e que a NASA ocultou esse facto durante 30 anos...

Ora: Não hajam aqui loucuras! Se aquele era um feito enorme para a Humanidade, as pessoas tinham curiosidade em ver. Logo a imprensa estava em cima do acontecimento! E, assim sendo, haviam directos a toda a hora. Conclusão: Não era objecto estranho nenhum... Era o Emplastro!


há tanta coisa gira para fazer neste mundo, mas o Dias optou por escrever isto pois não tinha nenhuma amiga com ele e encontrava-se: Bem, obrigado!
enquanto o Dias escreveu este artigo, apesar de pequenas, as suas orelhas ouviram isto: Hot Hot Heat - Goodnight Goodnight


Quarta-feira, 19 de Julho de 2006
O Grande Alvim!

 Não é ele a minha referência no humor nacional, é certo. Mas só não o é por uma mera questão de timing!

O grande Fernando Alvim é apresentador de televisão, animador de rádio, faz parte de um programa engraçado da SIC Comédia (cujo nome não me ocorre de momento) com mais uns bacanos e, para além disso, denomina-se também de DJ. Eu não diria bem DJ, porque isso pode ser, de certa forma, uma ofensa àqueles tipos de óculos escuros e cabelo cheio de gel que, no universo da música, só conhecem algo que facilmente se lê como um "bum-bum-bum-b-b-bum-bum-bum"... Alvim, neste campo, é mais um "entertainer que passa músicas"... E ainda bem! Porque é disso que a malta bem disposta gosta!

Este vídeo foi captado por mim (na camera emprestada da amiga Sandra) e colocado no You Tube pelo sempre útil Miguel (não eu! Outro!). A eles os meus agradecimentos!

E para vocês, leitores, aí fica o belo do vídeo... Carreguem no lógico botão para a reprodução do vídeo!


há tanta coisa gira para fazer neste mundo, mas o Dias optou por escrever isto pois não tinha nenhuma amiga com ele e encontrava-se: Fã do Cid
enquanto o Dias escreveu este artigo, apesar de pequenas, as suas orelhas ouviram isto: José Cid - Pouco a Pouco


Praia!

Não sei. Talvez por ser este o meu primeiro dia de férias propriamente ditas, hoje apetece-me escrever sobre a forma como os portugueses abordam a praia!

Eu, pessoalmente, não sou grande fã desse local, caracterizado por muita areia, àgua salgada e alforrecas. Mas reconheço nesses locais imensas coisas positivas, tais como a pouca roupa usada pelas miúdas naqueles locais...

Mas não compreendo uma coisa: Será que os portugueses não percebem os malefícios da exposição prolongada à luz solar? Não se percebe mesmo o porquê desta profunda ignorância em relação a coisas como "melanomas"...

É nestas alturas que eu gostava de fazer um casting de jornalismo e ir entrevistar as pessoas à praia! Ok, também estaria exposto à luz solar... Mas se há coisa catita no Verão é ver os jornalistas, à uma da tarde, a entrevistarem as pessoas que estão nos chamados "banhos de sol" nas areias portuguesas e a receberem respostas como "Ah, não... Eu só venho aqui hoje! Amanhã fico em casa..." ou então "Estamos já de saída!". Caramba, mas não há um pingo de juízo nessas pessoas? Mal por mal, peguem numa arma e vão para a Faixa de Gaza... Com jeitinho, ainda matam um terrorista e tornam-se úteis antes de morrer!

Não se compreende mesmo! Com tanta informação a circular, com tantas campanhas de sensibilização, parece que mais de metade dos portugueses continua a ignorar esse risco e a preferir ver os Morangos com Açúcar... É verdade que ter um corpo bronzeado pode ser bastante atractivo relativamente a pessoas do sexo oposto (Ou até mesmo aos do mesmo sexo...), mas eu, sinceramente, prefiro uma rapariga saudável e um pouco menos bronzeada a uma rapariga castanha e com probabilidades altíssimas de vir a morrer daqui a uns tempos com um cancro de pele! Se bem que se ela for rica, eu ainda fazia o esforço...

A verdade é esta: Os portugueses não têm cuidado com a sua saúde! Apanham banhos de Sol em demasia, consomem bebidas alcoólicas cada vez mais cedo e, pior do que isso, compram o CD do FF! Todos nós, portugueses, corremos imensos riscos ao longo do nosso dia-a-dia, mas está provado cientificamente que, ao som do FF, o risco aumenta exponencialmente... Ou seja: "Estás a pensar em suicidar-te? Então, antes disso... Compra o CD do FF!"

Mas, voltando ao assunto da exposição solar, eu continuo a insistir que a ignorância portuguesa assusta. Bastante! No entanto, seguindo a ideia do "Always Look on the Bright Side of Life", quem agradece esta ignorância é o Instituto Português de Oncologia... Sempre vão tendo alguma coisa para fazer!


há tanta coisa gira para fazer neste mundo, mas o Dias optou por escrever isto pois não tinha nenhuma amiga com ele e encontrava-se: A apanhar banhos de sol
enquanto o Dias escreveu este artigo, apesar de pequenas, as suas orelhas ouviram isto: Antena 3 em directo! Está a Ana Malhoa a falar!


Sábado, 15 de Julho de 2006
Classe, meus amigos. Classe!

Se há coisa que eu respeito imenso neste mundo (Para além, claro está, do guarda-redes Ricardo!), essa coisa é a música clássica! É verdade! Às vezes dou por mim a gozar com o Rap, com o Hip-Hop, com o Tino de Rans ou com outros estilos de música... Mas com a clássica, nem pensar!

Primeiro, porque a palavra "clássica" deriva do respeitável termo "classe". E, logo aí, todos os brincalhões deste mundo baixam um pouco a bolinha... Um estilo de música que se intitula, só por si, de clássica é algo a respeitar por todos nós! É, no fundo, o contrário do que acontece quando vemos a cara do Freitas do Amaral: Perde-se logo a vontade de falar a sério!

E, talvez pelo respeito que temos em relação à música clássica, os concertos desta corrente não se chamam concertos! (Ou, pelo menos, eu não lhes chamo isso... Mas, lá está, eu respeito a música clássica!). Na verdade, quando se vai ouvir a 9ª Sinfonia de Beethoven interpretada pela Orquestra Sinfónica de Berlim, uma pessoa vai a um "espectáculo"... Não a um concerto! Desta forma, o pessoal que vê este tipo de espectáculos está sentadinho, a ouvir 140 músicos a produzirem som. Mas vêem e ouvem tudo bem sentados! Talvez seja o único estilo de música cujos espectáculos ao vivo se vêem sentados! Estes e os do Marco Paulo! Mas aí, as razões são: o reumático, os problemas nas costas, as hérnias...

Depois, a música clássica tem um ícone singular: O Maestro! (Reparem que até escrevi "Maestro" com letra maiúscula!!! Tal não é o respeito!) Como é cómico ver aquela personagem, a fazer os mesmos gestos que o Harry Potter faz com a sua varinha... Só que ali, a magia é a música! Aliás, este tipo de espectáculos é um pouco como o inverso de Portugal: Ali, uma pessoa manda e os outros fazem; Em Portugal, todos mandam e ninguém faz nada!

Mas, a sério, eu respeito a música clássica! Acho inclusivé que a música clássica é ideal para ouvir depois de um longo e extenuante dia de trabalho, enquanto se lê o jornal... Acho que todos os homens pensam nisto: Chegar a casa, sentar-se no sofá, pegar no comando da aparelhagem e por uma música a tocar, com muitos violinos e assim, e abrir o jornal... Depois de 5 minutos de leitura e de música no ar, entram as vozes! Ou seja, a mulher a reclamar: "Raisparta, Miguel, tu chegas e sentas-te logo no sofá! Não fazes nada, nem me dizes boa noite!".

Para mim, uma boa música clássica tem de combinar perfeitamente com o tom enraivado de voz da mulher!

Outro factor de respeito da música clássica são os nomes dos compositores! Cada um mais estranho que o outro, desenganem-se aqueles que pensavam que Wolfgang Amadeus Mozart era um nome estranho! Igor Stravinski, Piotr Ilyich Tchaikovski, Modest Petrovich Mussorgsky, Nikolai Andreyevich Rimsky-Korsakov ou até mesmo Fraz Ferenc Liszt, são só alguns exemplos de como se pode uma pessoa engasgar ao falar! A verdade é que, também por aqui, talvez muita gente respeite a música clássica. Mas uma coisa é certa: Isto não nos serve de desculpa! Nós, portugueses, estamos habituados a nomes esquisitos! Reparem: Cinha! Biba Pita! Betty Grafstein! Soares!

Mas, a sério: Eu respeito a música clássica! E o Zidane também respeito! Senão...


há tanta coisa gira para fazer neste mundo, mas o Dias optou por escrever isto pois não tinha nenhuma amiga com ele e encontrava-se: Com classe.
enquanto o Dias escreveu este artigo, apesar de pequenas, as suas orelhas ouviram isto: J. S. Bach - Orchestral Suite No. 3 Air on a G String


'sussure alguma coisa ao ouvido do Dias:

'se quer saber onde raio anda o tal artigo que ouviu falar, procure aqui:
 
'Julho 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
13
14

16
17
18
20
21
22

23
25
27
28
29

30
31


'apesar de frequentarem blogs muito maus, o Dias sugere-vos estes:
'coisas muito mal escritas, mas bastante recentes

' Sem título.

' E se eu não tivesse tempo...

' O nome "Vigor" pode mesmo...

' O fim das bolachas Maria.

' Se está farto de mulheres...

' Adorar vacas pode, afinal...

' Eles não gostam de nós.

' Não leia isto para bebés.

' Levante o pé.

' Contem-me uma melhor.

' Alto e pára o baile!

' Um casamento garante-te n...

' Já que a Bolsa não dá nad...

' Um dia não me lembrarei d...

' "Olha, queres uma pastilh...

' Uma Sueca em vez de Solit...

' É tudo uma questão de tem...

' Caros Leitores

' Isto desconcentra os deus...

' Vai um copo?

'porque um blog com um arquivo é sempre uma coisa muito gira
2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


blogs SAPO
'subscrever feeds