Sábado, 31 de Março de 2007
Não se percebe, a sério.

Eu sei que tudo estava a correr de feição ao nosso pequeno planeta: a poluição estava a diminuir, os linces ibéricos a reproduzirem-se, o José Cid sem aparecer na televisão... Estes últimos tempos foram mesmo bons para a malta! Não obstante, eu estou de volta à escrita de artigos, pelo que esses tempos de júbilo findam-se agora.

 

De facto, já não debitava texto aqui há algum tempo... Descansem aqueles que pensam que fui festejar a vitória de Salazar para as ruas (Na verdade não festejei, pois Salazar assim não o desejaria.) e aqueles que pensam que fui ao Conselho Nacional da Pancadaria (Ou do CDS-PP, como quiserem...) podem ficar descansados, pois ainda me mantenho crítico da violência.

Basicamente, não escrevi nada aqui porque não me apeteceu!

 

No entanto, hoje apetece-me falar sobre uma coisa: Espinafres!

O espinafre, ou Spinacia oleracea, é uma erva rasteira, de origem asiática, e pertence à família das quenopodiáceas. O espinafre é rico em ferro e bastante utilizado para a confecção de sopas e outras coisas muito boas que a nossa cozinha nos oferece.

Pois... Para que falo eu de espinafres? Não sei...

 

Mas, por agora, vou falar-vos de outra coisa: Finalistas expulsos de Lloret del Mar. A notícia é de ontem e vem hoje no sempre oportuno JN online.

Segundo a notícia, cinquenta jovens da Escola Secundária Campos de Melo, da Covilhã, foram expulsos do hotel onde se encontravam alojados, em Lloret del Mar, por alegadamente terem causado distúrbios no dito hotel.

Até aqui, tudo bem... Mas agora vem a frase pomposa da notícia: "Não houve desacatos. O que aconteceu foi que uns colegas nossos atiraram ovos cozidos pelos corredores do hotel, quando chegaram, às 7 horas". A frase é de Tiago, um dos cinquenta jovens que, tal como as galinhas, gostam de chocar ovos, mas contra a parede! (O trocadilho fácil tinha de aparecer!)

 

Não se percebe, a sério. Eu confesso que aprecio imenso chegar a casa às sete horas só para poder atirar uns ovos cozidos pelos corredores da minha casa. E se eu o faço em casa, porque é que no Hotel Don Juan não se pode? Isto há com cada coisa...

Eu devo dizer que, pelo que vi quando estive em Lloret no meu ano de finalista do Secundário, acho que estes jovens deviam era receber um prémio por bom comportamento!

 

É chato dizê-lo, mas é real: Nós e os espanhóis nunca nos demos bem, especialmente depois da Batalha de S. Mamede! E eles estão sempre à espreita para nos tramar... Como no futebol não conseguem nada, têm de se vingar nos finalistas. No entanto, eles são relativamente incoerentes: Então se em Buñol, durante a épica Tomatina, eles sujam a cidade toda com tomates altamente sumarentos, os portugueses, que só brincaram num hotel e que até se deram ao trabalho de cozer os ovos, são logo expulsos!

 

Estes jovens da Covilhã, de facto, têm hábitos estranhos. Eu, em Lloret, andava aos gritos, ia às discotecas, à praia... Estes não: Divertem-se com ovos cozidos! Nunca tinha pensado no lado divertido do ovo, mas agora que penso até cria um belo efeito! Mas... Porquê cozido? Se não os cozerem, podem fazer uma espécie de paintball caseiro e tudo! Caramba, jovens da Campos de Melo: Se era para serem expulsos, que o fossem em grande! Deviam era ter atirado ovos crús!

 

Esta expulsão não se percebe, a sério. Mas fica aqui um pensamento: Se os portugueses atirassem sopa de espinafre (Agora percebem porque falei do espinafre no início!) pelo corredor, seria bem mais chato!

 

O que os espanhóis estão a pedir é de umas padeiras de Aljubarrota para lhes tratar do canastro!


há tanta coisa gira para fazer neste mundo, mas o Dias optou por escrever isto pois não tinha nenhuma amiga com ele e encontrava-se: Com fome de ovos cozidos.
enquanto o Dias escreveu este artigo, apesar de pequenas, as suas orelhas ouviram isto: Blasted Mechanism - N'Dezdai Ddu Stae


Segunda-feira, 19 de Março de 2007
As regras da nossa saúde.

As manifestações contra as reformas no sistema nacional de saúde são engraçadas, não são? Tantos pensionistas, com cartazes a dizer que precisam do Serviço de Urgência na sua terra... E jornalistas a dizerem frases pomposas como esta que ouvi na SIC Notícias: "Estão aqui cerca de milhares de pessoas..."

Assim sendo, é tempo de um artigo sobre algo relativo ao sistema nacional de saúde! Mas Correia de Campos que descanse, pois eu não vou falar sobre as reformas dele... Na verdade, o DN online de ontem deu-me a conhecer um facto peculiar nas regras do nosso sistema nacional de saúde: Quando uma pessoa vai a uma consulta de urgência, paga apenas a taxa moderadora (€7.50 ou €8.50, dependendo do hospital), enquanto que o Estado paga o chamado "Episódio de Urgência", desembolsando dessa forma €106,00 ou €143.50, dependendo também este do tipo de hospital.

No entanto, se a pessoa que for a essa consulta for vítima de agressão, quem paga o "Episódio de Urgência" é o agressor. Parece-me justo, mas... E se a vítima de agressão não conseguir identificar o agressor? Simples... É a vítima que paga!

Parece-me, naturalmente, uma lei pouco equilibrada... Vamos supor: Se a vítima do pontapé do Marco não estivesse no Big Brother, era ela que pagava o facto de haver alguém na zona com uma nítida pancada cerebral?

Eu acho, muito sinceramente, que esta lei é estúpida! Se uma pessoa for agredida na rua por malta com a cabeça encapuçada, é ela que tem de pagar? Assim sendo, o utilizador "peluxe" que comentou o meu último artigo pode engendrar o esquema para tratar do meu canastro, pois se ele se esconder bem não terá de pagar nada! E eu vou começar a ter cuidado com os "peluxes" que andarem por aí nessas montras de lojas para crianças!

Eu não percebo, a sério. No caso da violência doméstica: A mulher é agredida pelo marido e vai para as Urgências... Depois o médico detecta a agressão e a mulher tem duas opções: Ou diz que foi o marido e, quando ela chegar a casa, leva mais do mesmo; ou então não identifica o agressor, e quando chegar a casa leva mais por ter andado a gastar quase centena e meia de euros sem dizer ao marido o que foi que comprou!

No meio disto tudo, quem se safa é o Tallon: Como é médico, trata logo da mulher depois de a agredir!


há tanta coisa gira para fazer neste mundo, mas o Dias optou por escrever isto pois não tinha nenhuma amiga com ele e encontrava-se: Não agredido, obrigado.


Sábado, 10 de Março de 2007
Já está tudo resolvido?

A Inglaterra é o país de eleição desta velha Europa, e disso poucos têm dúvida... Na verdade, a Inglaterra não tem problemas sociais nenhuns, a não ser o atrito entre Cristiano Ronaldo e Wayne Roonye, não tem problemas de consumo de droga, a não ser o Príncipe Harry, e as pessoas nunca têm o emprego em risco, à excepção de José Mourinho.

Desta forma, os nossos velhos aliados, que outrora também nos lançaram um ultimato, viraram-se para os cães. Os cães na Inglaterra têm imensos problemas! A produção de Pedigree está muito fraquinha, os parques de diversão não contemplam ossos de plástico e há cada vez menos postes na rua para eles marcarem o território... Mas os ingleses, inteligentes como sempre, querem é que os cães se sintam bem por lá!

Como tal, dado que não há problemas de obesidade na comunidade humana de Inglaterra, os súbditos da Rainha Elizabete II levaram a cabo uma iniciativa fantástica: Aulas de fitness para cães gordos! Não acreditam? É o "The Sun" que o diz... (Ok, sendo o "The Sun", continuam sem acreditar... Mas está um vídeo na página da notícia!)

Parece-me lógico que um país que não tenha o Fernando Mendes a aparecer na televisão não tenha problemas com obesidade. Ainda assim, é engraçado pensar que os ingleses querem que os cães andem dentro da linha. Talvez as cadelas não se metam com os cães gordos...

É inteligente, sem dúvida! Os cães começam a ter aulas de fitness em Inglaterra! Se esta moda continuar, dentro de pouco tempo teremos um anúncio na TV em Portugal deste género...

"A sua cadela já não consegue despertar o interesse do cão do seu vizinho porque tem os seios pequenos? Não sofra mais... Traga a sua cadela à Corporación Dermoestética e nós fazemos-lhe um implante de silicone!"

Este evento em Inglaterra foi organizado pela sempre simpática Oscar Pet Foods, que afirma que, nesse simpático país, um terço dos cães tem peso a mais, e 15% são clinicamente considerados como obesos. Já nos Estados Unidos, presumo que a percentagem seja inferior, pois a McDonalds apanha todos os cães gordos que vê na rua para fazer hambúrguers... Quanto ao caso português, os cães vão desaparecer, pois o Estado vai financiar clínicas de aborto para cadelas dentro de alguns anos... Esperem para ver, amigos!

Parece-me interessante, a sério, que se aposte no combate à obesidade canina! Porque tem de haver um equilíbrio entre a espécie humana e a espécie canina! Não acham que é vergonhoso que hajam cães mais pesados a Victoria Beckham em Inglaterra? Eu acho...


há tanta coisa gira para fazer neste mundo, mas o Dias optou por escrever isto pois não tinha nenhuma amiga com ele e encontrava-se: Nada obeso, garanto-vos!
enquanto o Dias escreveu este artigo, apesar de pequenas, as suas orelhas ouviram isto: Incubus - Dig


Domingo, 4 de Março de 2007
A razão da minha ausência.

Caros leitores regulares e visitantes esporádicos deste blog

 

Sou eu, o próprio Miguel Dias, quem vos escreve. Apenas para vos informar, caso não tenham reparado ainda, que passei algum tempo sem escrever por aqui. Julgo que isso não vai mudar o rumo da Humanidade, é certo, mas penso que é justo eu justificar-me.

Assim sendo, eu não tenho escrito nada porque ainda estou a meditar acerca do regresso desta pessoa...

... à vida política nacional.

Sem mais delongas, apresento também as minhas desculpas por tal facto...

Com os melhores cumprimentos:

Miguel Dias


há tanta coisa gira para fazer neste mundo, mas o Dias optou por escrever isto pois não tinha nenhuma amiga com ele e encontrava-se: Pensativo...
enquanto o Dias escreveu este artigo, apesar de pequenas, as suas orelhas ouviram isto: The Strokes - On the Other Side


'sussure alguma coisa ao ouvido do Dias:

'se quer saber onde raio anda o tal artigo que ouviu falar, procure aqui:
 
'Março 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16
17

18
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


'apesar de frequentarem blogs muito maus, o Dias sugere-vos estes:
'coisas muito mal escritas, mas bastante recentes

' Sem título.

' E se eu não tivesse tempo...

' O nome "Vigor" pode mesmo...

' O fim das bolachas Maria.

' Se está farto de mulheres...

' Adorar vacas pode, afinal...

' Eles não gostam de nós.

' Não leia isto para bebés.

' Levante o pé.

' Contem-me uma melhor.

' Alto e pára o baile!

' Um casamento garante-te n...

' Já que a Bolsa não dá nad...

' Um dia não me lembrarei d...

' "Olha, queres uma pastilh...

' Uma Sueca em vez de Solit...

' É tudo uma questão de tem...

' Caros Leitores

' Isto desconcentra os deus...

' Vai um copo?

'porque um blog com um arquivo é sempre uma coisa muito gira
2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


blogs SAPO
'subscrever feeds