Sexta-feira, 18 de Abril de 2008
Os amigos de Maia também vão à guerra.

Confesso que não conheço o México.
E o pouco que conheço desse país só o descobri quando o Benfica contratou o Fonseca.
Fiquei a saber então que no México não se formam grandes pontas-de-lança.

 

Há, no entanto, uma séria de imagens às quais todos nós associamos o México: os chapéus grandes (os sombreros!), os cactos no meio do deserto, as malaguetas ou o Coyote atrás do Road-Runner.

Eu sempre achei que o México, com todas estas características, era capaz de ser um país muito interessante. No entanto, surge a elementar questão: é possível um país ser assim tão interessante e, mesmo assim, haverem emigrantes ilegais provenientes desse mesmo país que todos os dias tentam a sua sorte nos Estados Unidos?

 

Durante muito tempo estas questões assolaram-me a mente. Tais questões esvaneceram-se recentemente, quando li esta notícia.
Depois desta notícia, o que eu acho é que os mexicanos não se sentem seguros no seu país.
Em Portugal aconteceu o mesmo há umas décadas, quando reparámos que o país era governado por um senhor que até com uma cadeira perdia a guerra.

Ele não se sentava de forma segura.

Não se vivia de forma segura.

 

A notícia diz-nos que cerca de 100 agentes da polícia mexicana foram atacados por… Abelhas!
Sim, abelhas! Durante um treino de tiro!
Como querem as forças de segurança mexicanas acabar com o problema do tráfego de droga quando, na verdade, até com um enxame de abelhas perdem?

 

Traficantes deste mundo, se não querem que a polícia vos chateie durante os vossos negócios, treinem um bom enxame de abelhas e vistam-se como qualquer corriqueiro apicultor!
Até porque o fato de apicultor deixa o ser humano mais próximo da condição de extra-terrestre, condição essa que, a meu ver, assenta bem no perfil do traficante de droga.

 

Diz a notícia que as três vitimas mais graves são 3 mulheres, que tiveram inclusive de ser assistidas no local.
E é este o facto mais estranho desta notícia: Sendo mulheres no meio militar… Não deveriam estar habituadas a umas boas picadelas?


há tanta coisa gira para fazer neste mundo, mas o Dias optou por escrever isto pois não tinha nenhuma amiga com ele e encontrava-se: Longe de abelhas.
enquanto o Dias escreveu este artigo, apesar de pequenas, as suas orelhas ouviram isto: The Killers - Sam's Town (Abbey Road Version)


'sussure alguma coisa ao ouvido do Dias:

'se quer saber onde raio anda o tal artigo que ouviu falar, procure aqui:
 
'Abril 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13
15
16
17
19

20
21
23
25
26

27
28
29


'apesar de frequentarem blogs muito maus, o Dias sugere-vos estes:
'coisas muito mal escritas, mas bastante recentes

' Sem título.

' E se eu não tivesse tempo...

' O nome "Vigor" pode mesmo...

' O fim das bolachas Maria.

' Se está farto de mulheres...

' Adorar vacas pode, afinal...

' Eles não gostam de nós.

' Não leia isto para bebés.

' Levante o pé.

' Contem-me uma melhor.

' Alto e pára o baile!

' Um casamento garante-te n...

' Já que a Bolsa não dá nad...

' Um dia não me lembrarei d...

' "Olha, queres uma pastilh...

' Uma Sueca em vez de Solit...

' É tudo uma questão de tem...

' Caros Leitores

' Isto desconcentra os deus...

' Vai um copo?

'porque um blog com um arquivo é sempre uma coisa muito gira
2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


blogs SAPO
'subscrever feeds