Quinta-feira, 29 de Maio de 2008
A minha aproximação a Conan O'Brien.

Conan O'Brien é frequentemente confrontado com a expressão "I love you, Conan!" aquando da sua entrada no seu (brilhante) programa. A isto, Mr. O'Brien costuma sempre responder "I love you too, sir.", pois quem diz "I love you, Conan!", regra geral, tem uma voz masculina.

E, após isto, é habitual Conan O'Brien dizer "I'm doing well with the guys...", havendo sempre risada geral após tal desabafo.

 

Sendo eu um fã do trabalho de Conan O'Brien, como genial talk show host que ele é, nunca pensei que a minha primeira grande aproximação a tão grande vulto fosse por esta frase.

"I'm doing well with the guys..."

 

E digo-vos isto porque no último dia do ano passado publiquei neste blog um artigo chamado "O projecto do PNR para as Berlengas". Era um artigo simples, relativamente imparcial e que abordava uma série de esterótipos, com base numa notícia do allafrica.com.

É com espanto que reparo hoje que este é um dos artigos com mais comentários de resposta!

(Já agora, revejam o artigo e leiam os comentários aqui.)

 

Ou seja, eu escrevo sobre tanta coisa neste blog, e no final de contas quem me comenta mais são... Os gays.

"I'm doing well with the guys."

 

Mas, ao contrário de Conan O'Brien, não comentam de forma amigável. (Bolas, estava mesmo a precisar de um amigo gay para me ajudar a escolher a roupa para a próxima festividade de gala.)

Comentam de forma bem indignada e fundamentada, senão reparem, por exemplo, no comentário de "alguem":

 

"acho muito engraçado quando um cidadão, com sua ignorância, falta de conhecimento, falta e dissernimento do que fala, aliás falta de tudo né, pois só digo e falo o que conheço e tenho propriedades intelectuais, racionais, mentais e pisicologicos para tal, pois caso contrário fico calado sem dizer nada."

 

(Nota: "alguem" afirmou no final deste comentário que era heterossexual. Convém referi-lo pois até este ponto estou a dar a entender que ele não o é.)

 

Calma... "alguem" disse que eu era cidadão! Ignorante, é certo, e com falta de tudo. Mas sou um cidadão!

Está giro, de facto. É um orgulho ser cidadão, caro "alguem". Porque, sendo cidadão, tive o direito de frequentar o ensino primário, onde me ensinaram a escrever frases com nexo.

Já o senhor... Não quer ser cidadão e ir aprender a escrever alguma coisa coerente?

 

"alguem" ainda escreve mais umas coisas, muitas delas acertadas (Mas mal escritas... Enfim, não se pode ter tudo, não é?) mas acaba com esta frase:

"Que Deus lhe abençõe e possa te ilumninar a sua cabecinha tão pequena e medilcre."

 

(Nota: Preciso de um dicionário novo. O meu não tem o verbo "ilumninar" e também não tem a palavra "medilcre".)

Caro "alguem", eu li umas passagens da Bíblia... E tenho a impressão que Deus disse "Crescei e multiplicai-vos!" depois de criar o Homem. É impressão minha ou Deus não contemplou os gays nesta citação?

Não invoque Deus em vão, caro "alguem". Especialmente quando Ele não o tem em grande consideração.

 

Mas "alguem" não foi o único a comentar o meu artigo.

Hoje foi a vez de "tiago" expressar a sua indignação. Mas com um discurso francamente mais coerente que o de "alguem", senão vejam:

 

"A ideia de deportar todos os homossexuais para uma ilha, podia ser divertido."

(Nota: "tiago" é panasca. Ele próprio o diz durante o comentário. Percebe-se assim porque é que ele acha que esta ideia podia ser divertida. Estou a imaginá-lo a dizer "Ai que divertido!" com as mãozinhas a abanar ao nível dos ombros.)

 

"Não acho é que isso resolvesse a questão da homossexualidade, que é um fenómeno tão antigo quanto a existência da Humanidade."

Mas quem disse que a homossexualidade era uma questão a resolver? Afinal, o senhor gosta dessa diversão toda e, no fundo, diz que a homossexualidade é uma questão a resolver? Não o percebo.

 

"Como os homossexuais são TODOS filhos de heterossexuais, óu de um "acto sexual" heterossexual, e como portanto, são os heterossexuais que fazem os homossexuais, eu sugeria ao Sheikh Mufti e a quem partilhe dessa ideia, que fosse ele para a ilha, pois se os heterossexuais" lá ficassem até morrerem", como diz, certamente que deixaria de haver também homossexuais porque já não havia heterossexuais para os fabricar."

Boa jogada, caro "tiago".

Conseguiu dar a volta ao assunto.

Mas... Um mundo sem heterossexuais? Só se for nos seus sonhos cor-de-rosa! (Nunca a cor dos sonhos teve tanto sentido.)

 

E, por fim, "tiago" ainda me diz directamente:

"Ah, e quando fizeres o teu planeamento familiar, lembra-te que, ao praticares o coito vaginal, podes estar a trazer um homossexual ao mundo. Quem sabe se Deus não se encarrega de punir a homofobia assim?"

Lá está, mais uma vez, a referência a Deus.

Caro "tiago", talvez não partilhemos o mesmo Deus. O meu, pelo menos, não gosta muito de pederastas. Não o invoque, a sério.

 

Ainda assim, convém aqui deixar uma nota a todos os homossexuais que me lêem:

Eu não acho que seja homofóbico.

Também não patrocino a homossexualidade, é certo. Mas não a condeno de forma alguma.

Portanto, se estão a ler este artigo (ou se leram o mencionado em epígrafe) e estão indignados comigo, é porque não o perceberam. Talvez seja melhor lerem primeiro meia dúzia de artigos deste blog, para perceberem o tipo de coisas que eu escrevo, e depois lerem estes artigos.

Quando já não estiverem indignados comigo, aí sim, estarão a perceber por completo o artigo.

 

Estou em crer, no entanto, que não são só os fãs de Elton John que me lêem. Não obstante, é lógico que sejam eles quem mais me comentam. Afinal, eles têm por hábito ser muito sensíveis...

"Ai, não me toques!"

 

Descansem, caros gays que me lêem, eu não vos chateio mais.

Divirtam-se, a sério. Em vez de me incomodarem com comentários mal escritos, divirtam-se.

 

Entre vocês, claro.


há tanta coisa gira para fazer neste mundo, mas o Dias optou por escrever isto pois não tinha nenhuma amiga com ele e encontrava-se: heterossexual.
enquanto o Dias escreveu este artigo, apesar de pequenas, as suas orelhas ouviram isto: Editors - You Are Fading


'sussure alguma coisa ao ouvido do Dias:

'se quer saber onde raio anda o tal artigo que ouviu falar, procure aqui:
 
'Maio 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
15
16
17

18
19
21
22
23

25
30
31


'apesar de frequentarem blogs muito maus, o Dias sugere-vos estes:
'coisas muito mal escritas, mas bastante recentes

' Sem título.

' E se eu não tivesse tempo...

' O nome "Vigor" pode mesmo...

' O fim das bolachas Maria.

' Se está farto de mulheres...

' Adorar vacas pode, afinal...

' Eles não gostam de nós.

' Não leia isto para bebés.

' Levante o pé.

' Contem-me uma melhor.

' Alto e pára o baile!

' Um casamento garante-te n...

' Já que a Bolsa não dá nad...

' Um dia não me lembrarei d...

' "Olha, queres uma pastilh...

' Uma Sueca em vez de Solit...

' É tudo uma questão de tem...

' Caros Leitores

' Isto desconcentra os deus...

' Vai um copo?

'porque um blog com um arquivo é sempre uma coisa muito gira
2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


blogs SAPO
'subscrever feeds