Quarta-feira, 11 de Junho de 2008
Do mal o menos, ninguém o iria usar.

Muitos podem não ter reparado mas, na verdade, o meu nome assemelha-se em muito a Clark Kent.

E não é por acaso que eu uso óculos mas consigo ler as placas de sinalização sem eles... Não é por acaso.

Mas as pessoas que me rodeiam, enfim, são distraídas. Têm mais em que pensar.

 

Está então na altura de vos dizer: eu sou um super-herói.

E estou neste planeta para salvar a Humanidade da extinção!

Porque existem muitas coisas que, todos os dias, ameaçam a Humanidade!

 

Que o diga Alexandre Simonnot, autarca de extrema-direita de Taverny, nos arredores de Paris! (A notícia, aqui.)

Haverá alguma coisa que coloque tão em risco a continuidade da nossa espécie como um preservativo insuflável gigante?

A resposta: Não.

Eu, que ando cá a tentar salvar a Humanidade, não dei por esta grande ameaça.

 

Felizmente, Simonnot deu por isso e tratou de destruir tal preservativo.

Se eu tivesse visto o preservativo gigante, teria feito o mesmo.

Para quê gastar tanto dinheiro a fazer um preservativo insuflável gigante? Com aquele dinheiro, podiam fazer umas centenas de preservativos normais!

E esses sim, são úteis à nossa espécie.

 

Simonnot sabe o que anda a fazer. E a Humanidade, idiota como sempre, não o percebe, multando-o. Tal como não percebeu Galileu, obrigando-o a negar as suas descobertas.

Porque o que incomodava verdadeiramente Simonnot era o facto daquele preservativo, ali exposto, estar à vista de toda a gente, em especial as crianças.

De facto, se há coisa que as crianças não devem saber o que é, essa coisa é o preservativo.

Larguem lá esse invólucro prateado e vão ler a Bíblia.

 

Depois aparecem grávidas, coitadas, aos 16 anos.

E o grande problema é que, dois milénios depois do último caso registado, já ninguém acredita na história da virgem que dá à luz.

Haja Simonnot para salvar a Humanidade.

E a extrema-direita a dar-nos motivos para umas fortes gargalhadas.

 

E agora com licença, tenho de ir salvar umas pessoas ali na rua.

Parece que a Simara vai saltar.

E isso é coisa para gerar um valente abalo sísmico.


há tanta coisa gira para fazer neste mundo, mas o Dias optou por escrever isto pois não tinha nenhuma amiga com ele e encontrava-se: com raça.
enquanto o Dias escreveu este artigo, apesar de pequenas, as suas orelhas ouviram isto: Animal Collective - Peacebone


'sussure alguma coisa ao ouvido do Dias:

'se quer saber onde raio anda o tal artigo que ouviu falar, procure aqui:
 
'Junho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
14

15
18
19
20
21

22
24
25
26
28

29
30


'apesar de frequentarem blogs muito maus, o Dias sugere-vos estes:
'coisas muito mal escritas, mas bastante recentes

' Sem título.

' E se eu não tivesse tempo...

' O nome "Vigor" pode mesmo...

' O fim das bolachas Maria.

' Se está farto de mulheres...

' Adorar vacas pode, afinal...

' Eles não gostam de nós.

' Não leia isto para bebés.

' Levante o pé.

' Contem-me uma melhor.

' Alto e pára o baile!

' Um casamento garante-te n...

' Já que a Bolsa não dá nad...

' Um dia não me lembrarei d...

' "Olha, queres uma pastilh...

' Uma Sueca em vez de Solit...

' É tudo uma questão de tem...

' Caros Leitores

' Isto desconcentra os deus...

' Vai um copo?

'porque um blog com um arquivo é sempre uma coisa muito gira
2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


blogs SAPO
'subscrever feeds