Terça-feira, 1 de Julho de 2008
Um carro que não anda em linha recta.

Ontem a seguir ao almoço sentia-me levemente sonolento.

Como não sou um português normal, decidi analisar as diferentes opções: Bebo 75 ml de café, por 70 cêntimos (Preço por litro: 9,33€), ou compro um litro de gasóleo, por cerca de euro e meio por litro?

 

Joguei pelo lado económico e optei pelo gasóleo.

E, segundo a médica que me atendeu no hospital, o gasóleo também me despertou como o café. Pena ter causado falência hepática.

 

É verdade que os combustíveis estão caros, mas... Já pensaram bem no preço do café?

Não obstante, não bebo café. Logo tenho credibilidade para reclamar com o preço dos combustíveis.

Mas mesmo quem não tem essa credibilidade tem o direito de se preocupar com o ambiente. E pode procurar combustíveis alternativos apenas por questões ambientais, e não por questões financeiras.

 

Tal como o Príncipe Carlos de Inglaterra.

O Príncipe Carlos de Inglaterra está preocupado com o ambiente e, como tal, decidiu alterar o seu Aston Martin DB6 para que este passasse a trabalhar com... Vinho. Inglês, claro.

(A notícia, amigos, está aqui. Leiam-na.)

 

Um carro a vinho?

E se a polícia quiser fazer um teste de alcolémia ao veículo, como é que a coisa corre?

 

Por outro lado, esta ideia poderia ser boa em Portugal, desde que o depósito tivesse também uma saída para o condutor.

Já estou a imaginar as áreas de serviço da Cálem.

E as Caves de Borba a dizerem que "A Ambição é uma energia positiva."

E a seguir ao almoço, um cálice de gasolina sem chumbo de 98 octanas, claro.

 

Por outro lado, eu nunca ouvi falar de vinho inglês de elevada qualidade.

Em bom rigor, não costumo dar grande importância a conversas cujo tema seja vinho.

Não que o tema seja enfadonho ou triste!

Nada disso!

Eu é que não percebo rigorosamente nada de vinhos.

Mas... Um príncipe usar o vinho da sua nação para por o seu carro a andar... Não agoira lá muito a favor da imagem desse vinho!

 

"François, dou-lhe a provar este vinho... O que acha?"

"Hummm... Tem um aroma muito leve, uma textura forte e um sabor fraco."

"É o combustível do Aston Martin do Príncipe Carlos."

Será que François não deitaria o vinho todo fora depois disto?

 

Se calhar é por isso que os escanções deitam sempre o vinho fora!

Porque provam-no e depois alguém diz-lhes uma aplicação desse vinho.

 

"Gostou do vinho? É usado como detergente de casa-de-banho nas montanhas do Tibete."

"Claro que o aroma é intenso, caro Francisco! Os homens do Alaska espalham este éter nas axilas para não cheirarem a suor!"

"É bom, não é? Os alemães beberam deste quando passaram os quartos de final do Euro 2008."

 

Quem é que não deita o vinho fora depois de saber isto?

 

Do mal o menos, se a coisa funcionar bem, já todos encontrámos o sítio certo para usar o vinho do Minipreço.


há tanta coisa gira para fazer neste mundo, mas o Dias optou por escrever isto pois não tinha nenhuma amiga com ele e encontrava-se: meditaticamente explorado.
enquanto o Dias escreveu este artigo, apesar de pequenas, as suas orelhas ouviram isto: The Ting Tings - Impacilla Carpisung


1 leitor já disse o que achava:
De SangueOculto a 5 de Julho de 2008 às 00:24
Engraçada a maneira de ver esta ideia do Príncipe Carlos. Mas a ideia dele não é má, de todo!
Por sinal, além de eu também não perceber de vinhos, também não os bebo. Portanto, não fico a perder de usar a dita bebida noutros fins. Mas não é por essa razão que apoio incondicionalmente a ideia do referido membro da Realeza Britânica.
Não sei sequer se ele usou o vinho, na sua essência, mas sim os componentes alcóolicos. Mas não admirava que o fizesse. Nem é uma ideia pioneira de alternativa aos combustíveis fósseis. Nos anos 70 construiram um protótipo de um automóvel que era movido a whisky. Infelizmente, o projecto ficou-se só por um protótipo.

Esta ideia do "Carlinhos" de Inglaterra é boa, se for aproveitada nos veículos Europeus. Basicamente, pode-se chamar-se de versão britânica do etanol que já é usado como combustível desde os anos 70 ou 80 no Brasil. Por isso é que, por lá, não sofrem tanto com o impacto das escandalosas subidas do preço do petróleo. E se o Brasil passasse a fabricar os camiões movidos a etanol.... aí é que o preço dos produtos petrolíferos baixava, ficando ao nível dos da Venezuela. Provavelmente quem iria perder com a receita era a Petrobrás, ao contrário, iria subir o nível de vendas do mercado de veículos pesados no Brasil... sobretudo, da Mercedes e da VW.
Na Europa servirá para uma grande ideia. É só colocá-la em prática. Uma das muitas alternativas estudadas para além do gás (não é tipo GPL, mas funciona à mesma,é melhor e menos perigoso) para as versões híbridas ou aos já existentes veículos movidos a hidrogénio (fabricados ainda em poucos exemplares).
Os eléctricos ou movidos a energia solar são as mais faladas, mas dúvido que vão "vingar" no futuro. Tanto mais que o interesse financeiro, na prática, tem prioridade face aos interesses ecológicos, infelizmente.
No campo das alternativas que referi, todas elas são mais amigas do ambiente do que os produtos petrolíferos hoje usados como combustível (cada vez mais escassos e mais caros), portanto, tem-se ganhos extraordinários em investir em todas elas.


podia ficar parado, mas na verdade não tenho muito que fazer. vou comentar isto então.

'sussure alguma coisa ao ouvido do Dias:

'se quer saber onde raio anda o tal artigo que ouviu falar, procure aqui:
 
'Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

13
14
15
16
19

20
24
25

27
28
30


'apesar de frequentarem blogs muito maus, o Dias sugere-vos estes:
'coisas muito mal escritas, mas bastante recentes

' Sem título.

' E se eu não tivesse tempo...

' O nome "Vigor" pode mesmo...

' O fim das bolachas Maria.

' Se está farto de mulheres...

' Adorar vacas pode, afinal...

' Eles não gostam de nós.

' Não leia isto para bebés.

' Levante o pé.

' Contem-me uma melhor.

' Alto e pára o baile!

' Um casamento garante-te n...

' Já que a Bolsa não dá nad...

' Um dia não me lembrarei d...

' "Olha, queres uma pastilh...

' Uma Sueca em vez de Solit...

' É tudo uma questão de tem...

' Caros Leitores

' Isto desconcentra os deus...

' Vai um copo?

'porque um blog com um arquivo é sempre uma coisa muito gira
2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


blogs SAPO
'subscrever feeds