Segunda-feira, 2 de Fevereiro de 2009
Uma lição de vida.

Apesar de tudo, tenho para mim que a vida de ladrão não é fácil.

Bem vistas as coisas, para uns é preciso saber usar uma arma.

Para outros, vestir o equipamento, empunhar o apito e ir para o relvado numa noite chuvosa.

E para um grupo restrito, é preciso convencer metade da população portuguesa a votar neles.

Daí que eu me mantenha fiel a esta ideia de que é possível sentir-me realizado vivendo honestamente, por muito que os gestores do Banco Privado Português tentem desmentir.

 

No entanto, bem sei que é habitual achar-se que quem rouba tem uma vida mais fácil.

E eu não quero aqui ser advogado do diabo nem tão pouco dos seus mais dignos representantes neste mundo, mas apraz-me neste momento mostrar-vos a notícia que no próximo parêntesis se encontra hiperligada.

(Aqui mesmo.)

 

Em Marselha, no país do queijo e do champagne, um ladrão abriu um buraco na parede de um edifício contíguo a uma dependência do Banque Populaire, com a intenção de chegar ao cofre, e acabou... Nas casas-de-banho do dito banco.

Será que agora me percebem, caros leitores?

Ser bandido não é para qualquer aselha que não sabe ler plantas de edifícios, não.

Ser bandido é ser engenheiro, mesmo não o sendo na realidade, e saber o momento oportuno para efectuar os seus actos.

(Qualquer ligação entre a última frase e o caso Freeport é mera coincidência.)

 

Este senhor de 21 anos que tentou chegar ao cofre do Banque Populaire achava que a vida de bandido é fácil, mas na verdade não é.

Retoricamente, lanço a questão: Como é que se pode tornar a vida de bandido mais fácil?

E mesmo sabendo que, ao responder a isto estarei, de certa forma, a incitar o banditismo junto de quem me lê, não cedo à tentação de vos dar a solução.

A meu ver, o que os bandidos deviam fazer era deixar de ter objectivos e roubar por puro prazer.

 

Abrir buracos nas paredes em direcção a um banco e, chegado lá, roubar o que apanhar.

Loiça de casa-de-banho, porque não?

Os ladrões dos dias de hoje é que deixam de parte a inteligência e dão mais importância a outras características da sua personalidade, nomeadamente a idiotice.

Mandar uma parede abaixo para sacar um bidé de uma casa-de-banho de um banco é, a meu ver, uma história épica para se impressionar miúdas à noite num bar.

E isso é meio caminho para se sair da miséria, se se frequentar o mesmo bar que a Paris Hilton.

 

Quanto à história do Banque Populaire, espero que a dita casa-de-banho tivesse, pelo menos, papel higiénico quando o ladrão chegou lá.

Para este poder, com dignidade, chorar sobre a sua estupidez, tendo uma folha dupla de Scottex para absorver as lágrimas.

Coitado do bandido.


há tanta coisa gira para fazer neste mundo, mas o Dias optou por escrever isto pois não tinha nenhuma amiga com ele e encontrava-se: um bloguista honesto.
enquanto o Dias escreveu este artigo, apesar de pequenas, as suas orelhas ouviram isto: Blood Red Shoes - Try Harder


'sussure alguma coisa ao ouvido do Dias:

'se quer saber onde raio anda o tal artigo que ouviu falar, procure aqui:
 
'Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
13
14

15
17
19
21

22
23
24
27
28


'apesar de frequentarem blogs muito maus, o Dias sugere-vos estes:
'coisas muito mal escritas, mas bastante recentes

' Sem título.

' E se eu não tivesse tempo...

' O nome "Vigor" pode mesmo...

' O fim das bolachas Maria.

' Se está farto de mulheres...

' Adorar vacas pode, afinal...

' Eles não gostam de nós.

' Não leia isto para bebés.

' Levante o pé.

' Contem-me uma melhor.

' Alto e pára o baile!

' Um casamento garante-te n...

' Já que a Bolsa não dá nad...

' Um dia não me lembrarei d...

' "Olha, queres uma pastilh...

' Uma Sueca em vez de Solit...

' É tudo uma questão de tem...

' Caros Leitores

' Isto desconcentra os deus...

' Vai um copo?

'porque um blog com um arquivo é sempre uma coisa muito gira
2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


blogs SAPO
'subscrever feeds