Quarta-feira, 11 de Fevereiro de 2009
"Para perder peso tem de praticar mais exercício físico!" A sério, Sr. Doutor?

 

Não estou em crer que haja quem me leia que não me conheça.

Ou que, pelo menos, nunca tenha falado comigo.

Porque nesta internet há muitos outros locais onde, efectivamente, se escrevem coisas úteis.

E porque, em última análise, há coisas bem giras para fazer neste mundo - nas quais não se inclui, obviamente, a visualização d'As Tardes da Júlia.

 

Dito isto, afianço com segurança: todos vocês sabem que eu sou um tanto ou quanto franzino.

Daí que eu nunca tenha escrito aqui que andei à pancada com alguém.

Pura e simplesmente porque, se isso tivesse acontecido, eu já não estaria cá para contar a história.

 

Ainda assim, eu até como a bom ritmo. Concluo assim que sou franzino apenas e só porque não pratico exercício físico suficiente para transformar em músculo aquilo que ingiro.

É nestas alturas que eu acho que a carreira militar teria sido algo bom para mim.

Podia não ter o direito de definir o meu horário ou de ter uma cama só para mim (ou para mais alguém, mas do sexo feminino), mas seria musculado.

Ou, a não ser musculado, também não seria magrinho... Podia até ser gordo!

 

(Será uma notícia?)

 

Segundo um relatório do Pentágono, os militares norte-americanos no Iraque estão a ficar cada vez mais gordos, havendo um aumento considerável de militares com excesso de peso.

Longe vão os tempos da vida militar exigente, em que não dava para ganhar um milímetro de tecido adiposo.

Hoje - quem diria! - já se pode ser gordo e estar na guerra.

 

A meu ver, esta obesidade seria normal se os militares estivessem em sua casa, nos Estados Unidos da América.

Estando no Iraque, lanço duas questões:

1 - As tartes de maçã no McDonald's dos quartéis norte-americanos no Iraque estão em DinarPoupança?

2 - E aqueles cantis históricos dos militares, que nos filmes de Hollywood têm sempre só duas gotas de água... No Iraque estão cheios de Coca-Cola ou Pepsi?

 

 

Ainda assim, também nestas coisas nós, portugueses, mostramos que estamos muito - mas muito! - à frente dos Estados Unidos da América.

Porque isto de ter malta obesa vestida com o uniforme militar está longe de ser novidade para nós, na medida em que a participação da Valentina Torres no programa "Primeira Companhia" da TVI já foi há uns anos...

Bolas, estamos sempre à frente nestas coisas!


há tanta coisa gira para fazer neste mundo, mas o Dias optou por escrever isto pois não tinha nenhuma amiga com ele e encontrava-se: Franzino.
enquanto o Dias escreveu este artigo, apesar de pequenas, as suas orelhas ouviram isto: Lily Allen - Fuck You


'sussure alguma coisa ao ouvido do Dias:

'se quer saber onde raio anda o tal artigo que ouviu falar, procure aqui:
 
'Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
13
14

15
17
19
21

22
23
24
27
28


'apesar de frequentarem blogs muito maus, o Dias sugere-vos estes:
'coisas muito mal escritas, mas bastante recentes

' Sem título.

' E se eu não tivesse tempo...

' O nome "Vigor" pode mesmo...

' O fim das bolachas Maria.

' Se está farto de mulheres...

' Adorar vacas pode, afinal...

' Eles não gostam de nós.

' Não leia isto para bebés.

' Levante o pé.

' Contem-me uma melhor.

' Alto e pára o baile!

' Um casamento garante-te n...

' Já que a Bolsa não dá nad...

' Um dia não me lembrarei d...

' "Olha, queres uma pastilh...

' Uma Sueca em vez de Solit...

' É tudo uma questão de tem...

' Caros Leitores

' Isto desconcentra os deus...

' Vai um copo?

'porque um blog com um arquivo é sempre uma coisa muito gira
2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


blogs SAPO
'subscrever feeds