Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

há Dias assim...

Há dias históricos, banais, marcantes, deprimentes, excelentes, maus, magníficos, secantes, fantásticos, desinteressantes e, quiçá, bons. E depois também há Dias assim... Se gosta de Dias assim, parabéns. Está no blog certo.

Há dias históricos, banais, marcantes, deprimentes, excelentes, maus, magníficos, secantes, fantásticos, desinteressantes e, quiçá, bons. E depois também há Dias assim... Se gosta de Dias assim, parabéns. Está no blog certo.

há Dias assim...

06
Out06

Como tudo mudou!

delta_unit

Eu sei, pode parecer chato e até maçador, mas eu vou falar-vos do aniversário da SIC.

A verdade é que, segundo ouvi hoje na Tertúlia Cor-de-Rosa, enquanto preparava o meu almocinho, a SIC faz hoje mesmo anos! O primeiro canal privado de televisão faz hoje anos! 14, penso eu. Menos um que o Intermarché...

Temos de ser realistas: Tudo neste país mudou! Deixámos de ter só o canal público e começámos a ter um canal a fazer-lhe concorrência. A ter um genérico de abertura mais engraçado e tudo! Lembram-se do tempo em que as televisões fechavam à noite e no dia seguinte, às 7 da manhã, dava um genérico de abertura do canal? O da SIC era o mais engraçado... "Não serei eu nem tu, seremos nós: A sua televisão independente SIC SIc Sic sic...". Eu quando era mais pequenito via isso tudo... Era sempre engraçado! Parecia que era um episódio novo todos os dias. Mas, no fundo, aquilo era sempre igual. Não deixava, no entanto, de ser engraçado. E, portanto, eu via.

Foi, sem dúvida, uma revolução! Pela primeira vez em Portugal se pode fazer o chamado zapping. Era mais chato, porque ainda não haviam telecomandos... Mas logo ali houve uma empatia entre o telespectador e os botões da televisão! Como se de uma paixão se tratasse, o vício de estar sempre a ver o que dava num e noutro canal ali nasceu. Ora se via o TV Rural, ora se mudava de canal e deparavamo-nos com a Ana Malhoa a apresentar o Buéréré!

A SIC tem, de facto, alguma história. Foi a SIC que transmitiu o momento alto de António Guterres, afirmando convictamente a épica frase "É fazer as contas!", por exemplo. Mas, como tudo na vida, a SIC também teve os seus altos e baixos. Se a SIC viu nascer o Jorge Gabriel nos concursos interessantes de outras épocas, também é verdade que a SIC fez muitas crianças ter pesadelos enormes com o chamado "Big Show SIC". A figura do macaco Adriano até era simpática! Agora as figuras do João Baião é que assustavam muita pequenada... Eu próprio passei noites em branco durante muito tempo! Em branco mesmo! E tudo isso graças ao Tide Lixívia que a minha mãe usava para limpar os lençóis...

(Eu reconheço: Esta observação foi mesmo má! Mas, por via das dúvidas, peço-lhe que olhe para cima e que repare que o blog se chama "Deprimência". Esta é, no fundo, a minha desculpa...)

Mas houve mais coisas que a SIC nos foi mostrando ao longo do tempo! A grande "Roda dos Milhões" era sempre divertida, com o Jorge Gabriel a escolher um número "ao calhas" numa lista telefónica... E os debates de futebol aos domingos à noite!

Ai SIC, SIC... Tão boas recordações a agora o que é que nos tens para dar: Cláudio Ramos de manhã e Floribella ao jantar? (Eh lá, isto rimou!).

Não, obrigado...

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2008
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2007
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2006
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2005
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2004
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D