Sexta-feira, 10 de Novembro de 2006
Traição.

Procurei palavras e palavras no meu dicionário pessoal mas não encontrei nenhuma mais sincera que a palavra "Traição" para intitular este artigo. É uma traição das grandes! Qual Elsa Raposo com o professor de surf, qual quê! A traição de que aqui apresento é das grandes e imperdoáveis!

Quem é que nos traíu? A Vodafone. É o que eu acho... Pelo menos os tipos do marketing da Vodafone, desta vez, esqueceram-nos de forma cruel, apenas comparável à crueldade do Katsouranis perante o Anderson.

"O que é que raio nos fez a Vodafone?", perguntam vocês. Eu respondo. Esta empresa de telecomunicações, aquando da sua génese (Ou melhor, da compra da Telecel...) brindou-nos com um anúncio onde a música que ali reinava era a "Bohemian Like You" dos Dandy Warhols. Mas que bela forma de eles se apresentarem!

Desde então, muita boa música passou pelos anúncios da Vodafone, tais como Jet com "Are You Gonna Be My Girl" e (Caramba, corrijam-me se estiver enganado, mas eu penso que este também passou por lá!) David Fonseca com "The 80's".

Ora, numa altura em que ainda rendia muito bem a "Banquet" dos Bloc Party no panorama musical dos anúncios da Vodafone, esta empresa cria a "Vodafone Casa" e põe como música de fundo uma variação de Crazy Frogg, com aquela melodia irritante a repetir-se imensas vezes!

Digam-me: Não é isto uma enorme traição?


há tanta coisa gira para fazer neste mundo, mas o Dias optou por escrever isto pois não tinha nenhuma amiga com ele e encontrava-se: Asquerosamente traído.
enquanto o Dias escreveu este artigo, apesar de pequenas, as suas orelhas ouviram isto: Crazy Frogg? NÃO!!!


Domingo, 5 de Novembro de 2006
Isto está a aquecer...

Chove torrencialmente lá fora. Não obstante, o frio tarda em chegar. Já chove em Portugal sem que as pessoas precisem do casaco. Apenas a camisola, não mais que isso... Camisolas de lã? Ainda estão na gaveta...

Este é, talvez, um bom momento para reflectirmos sobre o aquecimento global. Vamos reflectir apenas um pouco... Não vos quero maçar com este tema tão aborrecedor quando têm uma viagem solitária para fazer no vosso carro de 5 lugares ou quando têm de ir ver as notícias, onde o Bush continua a ignorar o Protocolo de Quioto.

Sem dúvida que o aquecimento global está aí e os culpados dele somos nós! Só é pena não sermos os únicos prejudicados, mas sim todo o planeta. Todo o ecossistema vai ser afectado, e nós, humanos, podemos sempre fechar-nos num cubo enorme e ligar o ar condicionado. Já os animais da selva ou os peixes, coitados deles...

Ora, num estudo efectuado recentemente e noticiado no livescience.com conclui-se mais uma das milhentas consequências tenebrosas deste rodar do manípulo da temperatura deste forno que é a Terra. Basicamente, enquanto os peixinhos do oceano vão desaparecer, pois são bastante sensíveis à mudança da temperatura da àgua, já os insectos vão abundar, dada a sua enorme adaptabilidade.

Ou seja, meus amigos, os peixes vão acabar! Isto é logo um contracenso enorme: se agora as ruas ficam cheias de àgua (havendo assim mais espaço para os peixes viverem!), hão-de eles acabar? Que mau momento para eles nos abandonarem. Os habitantes de Tomar até já andavam com a esperança de poderem pescar directamente na varanda!

E enquanto os peixes vão dizendo adeus a este planeta, os insectos sorriem ao novo mundo. Segundo este estudo, eles vão proliferar! Está para breve a emancipação dos parasitas, esses seres que se aproveitam dos outros de forma cruel. Se isto for mesmo verdade, este será o momento certo para o regresso de Santana Lopes ao cargo de primeiro-ministro...

Outra coisa chata será a seguinte: quando formos ao restaurante vamos deixar de pedir uma posta de salmão grelhada ou até mesmo o belo do filete de pescada. O aquecimento global vai obrigar-nos a modificar os nossos hábitos alimentares, e isso pode ser extremamente aborrecido. Eu não quero trocar o belo do carapau por pernas de gafanhoto! E vocês, conhecem algum insecto que seja mesmo bom para comer? Pois... Eu também não!

A sério: pensem bem no que nós, humanos, estamos a fazer a esta bola redondinha de pedras e àgua, onde (com muita sorte, diga-se...) ainda há oxigénio. Ok, a camada do ozono pode desaparecer, os níveis de dióxido de carbono podem aumentar todos os dias... Mas lembrem-se da posta de salmão, por favor! Não deixem que ela desapareça do menu dos nossos restaurantes!


há tanta coisa gira para fazer neste mundo, mas o Dias optou por escrever isto pois não tinha nenhuma amiga com ele e encontrava-se: Preocupado com o salmão.
enquanto o Dias escreveu este artigo, apesar de pequenas, as suas orelhas ouviram isto: Franz Ferdinand - Love and Destroy


Sábado, 4 de Novembro de 2006
Uma flor a evitar.

Quando abordo o universo da internet à procura de notícias estúpidas para anunciar e comentar no meu blog, parto do princípio que as primeiras 10 ocorrências venham dos EUA e que, portanto, isto se torna repetitivo.

Ora, desta vez, se calhar a pensarem combater a monotonia deste blog, os britânicos juntaram-se num grito de estupidez e, qual apoiar o Manchester United, deram-nos mais um motivo para achar que os sorrisos do Tony Blair são mais estúpidos que as calinadas do Bush.

Segundo o The Sun Online, 10 por cento dos britânicos julgam que a clamídia é (pasmem-se!) uma flor! Parece-me bem!

Até porque, reparem: a clamídia (Que, no caso de algum não saber o que é, é uma doença sexualmente transmissível, bastante comum nas terras de Sua Majestade) atinge um em cada dez britânicos abaixo dos 30 anos. Ora, para estes (Curiosamente os números coincidem!) 10 por cento é mais simpático julgar que é de uma flor que se trata e não de uma doença quando proferem a frase "Ontem dei clamídia à minha mulher."

Seja como for, há ainda uma minoria de três por cento de britânicos que jura por tudo o que é mais sagrado para eles (Talvez o guarda-chuva...) que a clamídia é um resort turístico na Turquia. Mas é na Turquia! Não é num sítio qualquer!

"Onde é que foste passar este Verão?"

"Fui à Clamídia!"

Isto não soa, às pessoas que sabem o que é a clamídia, ao mesmo que: "Fui às prostitutas!" ?

De qualquer forma, é estranho que isto se passe na Europa, continente esse que, na minha consideração, ainda se encontrava bem cotado, apesar da presença dos espanhóis... A verdade é que, mais dia menos dia, ainda sairá um estudo que diz que 12 por cento dos britânicos acredita que o HIV é o novo sistema de injecção de combustível, criado pela Peugeot...

Da próxima vez que alguém se apresente contra a educação sexual nas escolas, leia este artigo e pense um bocadito!


há tanta coisa gira para fazer neste mundo, mas o Dias optou por escrever isto pois não tinha nenhuma amiga com ele e encontrava-se: Pouco dinâmico.
enquanto o Dias escreveu este artigo, apesar de pequenas, as suas orelhas ouviram isto: The Strokes - On The Other Side


'sussure alguma coisa ao ouvido do Dias:

'se quer saber onde raio anda o tal artigo que ouviu falar, procure aqui:
 
'Novembro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

12
13
14
15
16
17

20
21
22
23
24
25

26
27
30


'apesar de frequentarem blogs muito maus, o Dias sugere-vos estes:
'coisas muito mal escritas, mas bastante recentes

' Sem título.

' E se eu não tivesse tempo...

' O nome "Vigor" pode mesmo...

' O fim das bolachas Maria.

' Se está farto de mulheres...

' Adorar vacas pode, afinal...

' Eles não gostam de nós.

' Não leia isto para bebés.

' Levante o pé.

' Contem-me uma melhor.

' Alto e pára o baile!

' Um casamento garante-te n...

' Já que a Bolsa não dá nad...

' Um dia não me lembrarei d...

' "Olha, queres uma pastilh...

' Uma Sueca em vez de Solit...

' É tudo uma questão de tem...

' Caros Leitores

' Isto desconcentra os deus...

' Vai um copo?

'porque um blog com um arquivo é sempre uma coisa muito gira
2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


blogs SAPO
'subscrever feeds