Segunda-feira, 21 de Julho de 2008
Nada como uma boa errata de vez em quando.

Já imaginaram se eu dissesse que o Jerónimo de Sousa sabe do que o país precisa?

E se eu escrevesse que o Benfica vai ser campeão no próximo ano?

Ou então que a Cola do Mini Preço é melhor que a Pepsi?

E se eu afirmasse aqui que a Manuela Moura Guedes é gira?

Se vos desse a entender que o Cristiano Ronaldo não gosta de aparecer na imprensa cor-de-rosa?

E se eu vos deixasse transparecer que Manuel Pinho percebe alguma coisa de Economia?

Se vos comunicasse que Cláudio Ramos não tem ares de menina mimada?

Ou então se declamasse que o IC19 às 8:30 tem muito pouco trânsito?
Se eu apregoasse que Valentim Loureiro está inocente?
Ou que bebo muita cerveja?
 
Estaria, como é óbvio, a cometer erros grosseiros.
Assim sendo, pensem positivo: O facto de ter dito num artigo recente que “Cornwall” é uma cidade de Inglaterra (em vez de uma região do sudoeste) não foi um erro assim tão grande.
Não obstante, as minhas desculpas por tal erro.
Espero que a Duquesa da Cornualha me perdoe.

há tanta coisa gira para fazer neste mundo, mas o Dias optou por escrever isto pois não tinha nenhuma amiga com ele e encontrava-se: com acerto.
enquanto o Dias escreveu este artigo, apesar de pequenas, as suas orelhas ouviram isto: Bloc Party - Pioneers


Rigor, se faz favor.

É impressão minha ou, a julgar pelos nomes que as pessoas atribuem às suas terras, Portugal é constituído apenas por cidades?

Não me julguem mal, mas já repararam na quantidade de pessoas que adiciona o sufixo "City" ao nome da sua terra natal?

 

Este movimento, quiçá instituição, está a crescer. É frequente ouvir "Vila de Rei City" aqui para os meus lados.

E por outras zonas deste país, certamente, ouvir-se-ão coisas como "Sernancelhe City", "Alandroal City" ou até mesmo "Sátão City".

Porquê?

Porquê aquele "City" no final?

 

Eu compreendo o trocadilho. Afinal, se há quem chame aldeia a New York, porque não chamar cidade a Sernancelhe?

No entanto, chamar aldeia a New York é quase um gesto de humildade.

Já chamar cidade, ou melhor, "City" a Sernancelhe arranha a idiotice.

Não conheço Sernancelhe. Não obstante, mesmo não conhecendo, respeito bastante a terra, como respeito todas as outras.

 

Mas se eu não conheço Sernancelhe e respeito a terra, mesmo tendo um nome tão peculiar, porque hão-de as pessoas de Sernancelhe desrespeitar a sua terra natal, apelidando-a de "Sernancelhe City"?

É para se sentirem maiores? Para pensarem que estão na cidade?

Vão por mim: estar em terras como Sernancelhe também é muito agradável. Não é preciso estar-se na cidade para se estar bem.

 

É que, na verdade, quem é da cidade não coloca esse sufixo na sua terra natal. Quem é de Lisboa diz que é de Lisboa e ponto final.

Já alguém ouviu falar em "Lisboa City"?

Não.

E porquê? Porque é idiota estar-se a colocar "City" no final do nome da terra.

 

Eu sei que é muito frequente ver-se a sigla NYC por esse mundo fora.

Mas os nova-iorquinos estão no seu direito. E, para além do mais, são norte-americanos: o seu QI pode não lhes permitir perceber que NY se refere a uma cidade.

 

Mas nós, portugueses, perdoem-me o extremismo dextro, somos bem mais inteligentes que isso.

 

Se puderem, caros leitores, evitem estas coisas.

Esta coisa de adicionar "City" no final do nome da terra natal tem de acabar.

Se procurarem bem na Bíblia, não está escrito em lugar nenhum "Belém City", e não é por acaso que a Bíblia é o livro mais lido em todo o mundo.


há tanta coisa gira para fazer neste mundo, mas o Dias optou por escrever isto pois não tinha nenhuma amiga com ele e encontrava-se: em Vila de Rei (Sem mais nada)
enquanto o Dias escreveu este artigo, apesar de pequenas, as suas orelhas ouviram isto: David Fonseca - Now That I Am You


'sussure alguma coisa ao ouvido do Dias:

'se quer saber onde raio anda o tal artigo que ouviu falar, procure aqui:
 
'Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

13
14
15
16
19

20
24
25

27
28
30


'apesar de frequentarem blogs muito maus, o Dias sugere-vos estes:
'coisas muito mal escritas, mas bastante recentes

' Sem título.

' E se eu não tivesse tempo...

' O nome "Vigor" pode mesmo...

' O fim das bolachas Maria.

' Se está farto de mulheres...

' Adorar vacas pode, afinal...

' Eles não gostam de nós.

' Não leia isto para bebés.

' Levante o pé.

' Contem-me uma melhor.

' Alto e pára o baile!

' Um casamento garante-te n...

' Já que a Bolsa não dá nad...

' Um dia não me lembrarei d...

' "Olha, queres uma pastilh...

' Uma Sueca em vez de Solit...

' É tudo uma questão de tem...

' Caros Leitores

' Isto desconcentra os deus...

' Vai um copo?

'porque um blog com um arquivo é sempre uma coisa muito gira
2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


blogs SAPO
'subscrever feeds