Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

há Dias assim...

Há dias históricos, banais, marcantes, deprimentes, excelentes, maus, magníficos, secantes, fantásticos, desinteressantes e, quiçá, bons. E depois também há Dias assim... Se gosta de Dias assim, parabéns. Está no blog certo.

Há dias históricos, banais, marcantes, deprimentes, excelentes, maus, magníficos, secantes, fantásticos, desinteressantes e, quiçá, bons. E depois também há Dias assim... Se gosta de Dias assim, parabéns. Está no blog certo.

há Dias assim...

09
Dez06

Música no(para além do) Coração...

delta_unit

Há aí alguém que acha que já tudo foi inventado? Há? Então este artigo é para si!

Acabei de ler uma notícia surpreendente no sempre útil "The Sun Online". Basicamente, ela diz-nos que um cientista ucraniano acabou de inventar algo que, em português, será pomposamente denominado por "Preservativo Musical". Basicamente, é um preservativo que dá música ao utilizador, conforme o ritmo!

Parece-me uma boa ideia, sem dúvida! Dá jeito uma musiquinha a acompanhar! Quem é que não gosta de ouvir um sempre sentido "If You Leave Me Now" dos Bee Gees nos chamados preliminares?

Ora, a novidade desde preservativo é que dá-nos música em pleno acto, conforme o ritmo do coito. Grande ideia, Senhor Doutor Grigoriy Chausovskiy.

A verdade é que, quando li o título do link, no fark.com, pensei que a invenção seria algo bem mais estúpido. Ou seja, percebi, em primeira instância, que um senhor tinha inventado um contraceptivo que era apenas musical! E isto sim, seria estúpido! Pois José Cid já o tinha inventado, quando ao escrever a música "Como o Macaco Gosta da Banana" lhe insere, em pleno refrão, a sempre romântica rima "Minha macaca gira e bacana/ O teu focinho é que não me engana"... Não há contraceptivo mais eficaz!

Só abrindo o link e lendo a notícia toda é que percebi o que realmente merecia destaque. Um preservativo, com um pequeno sensor, vai passando informação a um mini-circuito electrónico que toca a música. Segundo a notícia, a música varia com a posição... Mas eu acho que também devia variar conforme se usa Viagra ou não! Não me parece lógico estar a ouvir "The Drugs Don't Work", dos The Verve, quando o utilizador está a por em prática a utilidade do dito comprimido azul!

O inventor de tal "Preservativo Musical" diz que não há perigo de ser electrocutado. Mas isto é muito relativo. Há sempre algum risco... De tal forma que, se esta moda do "Preservativo Musical" pegar, quando o vosso amigo estiver a gabar-se da noite anterior e usar a expressão "até fez faísca", acreditem no que ele diz... E depois paguem-lhe a operação de reconstituição dos genitais!

A discussão que agora se gera é na playlist a colocar neste preservativo. A avaliar pelo título das músicas, as propostas do "The Sun", com "In Too Deep" dos Genesis, "Come Together" dos The Beatles ou "(I Can't Get No) Satisfaction" dos Rolling Stones, estão engraçadas. Mas para aqueles que tenho a pancada de levar duas para a cama, parece-me que "Dois Amores", de Marco Paulo, também merece estar na playlist!

Enfim... Que mais falta inventar?

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2008
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2007
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2006
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2005
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2004
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D