Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

há Dias assim...

Há dias históricos, banais, marcantes, deprimentes, excelentes, maus, magníficos, secantes, fantásticos, desinteressantes e, quiçá, bons. E depois também há Dias assim... Se gosta de Dias assim, parabéns. Está no blog certo.

Há dias históricos, banais, marcantes, deprimentes, excelentes, maus, magníficos, secantes, fantásticos, desinteressantes e, quiçá, bons. E depois também há Dias assim... Se gosta de Dias assim, parabéns. Está no blog certo.

há Dias assim...

26
Dez06

Os nossos vizinhos são uns malucos!

delta_unit

A Espanha, reino de D. Juan Carlos I, não pára de surpreender o mundo. Já não bastava o Barcelona perder o Mundial de Clubes, vem agora esta notícia provar-nos que os espanhóis são, efectivamente, uns apanhados da cabeça...

A notícia diz-nos que 94% das notas de euro que circulam em Espanha têm (qual marca-de-àgua qual quê!) vestígios de cocaína! Isto porque a Espanha é o maior consumidor de cocaína do mundo e, segundo consta, o pessoal desta onda gosta de a inalar com uma nota enrolada.

É, sem dúvida, uma forte pancada, e faz com que 94% das notas em circulação tenham umas miligramas dessa droga que, curiosamente, rima com "Mebocaína". Esta é mais uma utilização possível para as notas de euro e deixa as pessoas limpas de cocaína assustadas com a própria carteira. Eu, que sempre patrocinei uma vida sóbria e consciente, fico agora a saber que a minha carteira já deve ter transportado cocaína.

Digo isto porque este estudo já foi feito noutros países europeus, sendo que, por exemplo, a percentagem de notas infectadas na Inglaterra é de 99%, sendo que se presume que 15% destes se devam ao príncipe Harry... Mas reparem: Não fizeram este estudo na Holanda. Ora, como é da Holanda que se trata, acho que este estudo devia ser feito, mas com outra questão "Quantas notas de euro são feitas de cocaína em vez de papel?"...

A verdade é que, segundo Fritz Soergel, para as notas terem sido realmente usadas para inalação de cocaína, teríam de ter mais de um micrograma da substância. E, em Espanha, são 91% das notas que têm, efectivamente, mais de um micrograma! Portanto, os nossos vizinhos são mesmo apanhados do clima! Desde que levaram com a pá da padeira de Aljubarrota que se habituaram a ver estrelas e desde então nunca mais pararam!

Eu gostava, sinceramente, de saber os resultados de um eventual estudo semelhante em Portugal. Diz a notícia que em Espanha recolheram notas dos mais variados sítios, tais como farmácias, supermercados, ginásios ou até quiosques... Em Portugal estou convicto que se recolhessem as notas dos deputados do Bloco de Esquerda, o resultado seria um imbatível 100%! E na carteira do Louçã eram capazes de encontrar uma ou duas doses que ele usa nas campanhas a favor das salas de chuto...

Após esta notícia fica explicado aquele vício que muita gente tem e que se baseia em cheirar as notas...

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2008
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2007
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2006
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2005
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2004
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D