Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

há Dias assim...

Há dias históricos, banais, marcantes, deprimentes, excelentes, maus, magníficos, secantes, fantásticos, desinteressantes e, quiçá, bons. E depois também há Dias assim... Se gosta de Dias assim, parabéns. Está no blog certo.

Há dias históricos, banais, marcantes, deprimentes, excelentes, maus, magníficos, secantes, fantásticos, desinteressantes e, quiçá, bons. E depois também há Dias assim... Se gosta de Dias assim, parabéns. Está no blog certo.

há Dias assim...

04
Fev07

Hip-Hop e Rap vs. Tino de Rans... Não?

delta_unit

Sempre fui apologista da divergência de opiniões. É isso que faz a Humanidade avançar! Como tal, é sempre com alegria que leio comentários no meu blog que criticam as opiniões que eu apresento. Assim sendo, desta vez recebi um comentário de "Ana" a um artigo de 15 de Julho de 2006. Chamava-se "Classe, meus amigos Classe!" e ao longo deste dei a minha opinião sobre música clássica.

Pois bem, no parágrafo de introdução ao tema do dito artigo abordei três conceitos na mesma frase: Rap, Hip-Hop e Tino de Rans. E abordei desta forma:

"Às vezes dou por mim a gozar com o Rap, com o Hip-Hop, com o Tino de Rans ou com outros estilos de música..."

Não contente com o facto de eu, asquerosamente, ter inserido na mesma linha Rap, Hip-Hop e Tino de Rans, "Ana" comentou, ontem, tal artigo, da seguinte forma:

"Não entendo por que compara imediatamente o hip-hop ao tino de rans, se estudasse um pouco sobre hip-hop e tentasse compreender a sua origem e o significado das letras, talvez deixasse de "gozar" com este estilo de música, temos de respeitar os outros para sermos respeitados. E para falar sobre um assunto, qualquer que este seja, devemos estar devidamente informados sobre o mesmo."

Ora, de facto, "Ana" tem razão ao dizer que para falar sobre um assunto devemos estar devidamente informados sobre o mesmo. O que "Ana" não sabe é que para ler alguma composição numa determinada língua, nomeadamente a Língua Portuguesa, convém, vá lá, conhecê-la minimamente. Se "Ana" a conhecesse, certamente repararia que eu não comparei Rap e Hip-Hop a Tino de Rans.

Não obstante, isto seria uma forma muito técnica de fugir ao assunto, coisa com a qual eu não pactuo. Assim sendo, se não comparei Rap e Hip-Hop a Tino de Rans no artigo "Classe, meus amigos. Classe!", porque não fazê-lo agora?

Pois bem... "Ana" falava, no seu comentário, na origem e no significado das letras de tais tipos de música. Como tal, decidi pegar num ícone nacional destes estilos de música, ou seja, Boss AC, e tentar então perceber a origem e o significado das letras...

Ao procurar no lyricsbox.com por letras de Boss AC deparei-me com uma música chamada "Dias Assim...", do àlbum "Rimar Contra a Maré" de 2002. Dado que estamos no blog " Dias assim...", porque não escolher esta música?

A música começa com...

"O despertador a tocar
Mais um dia de trabalho são horas de levantar
Olho para as horas, afinal estou adiantado
Ainda bem assim fico mais um pouco deitado
"

E logo aqui se percebe que Boss AC imprime uma essência única nas suas letras. (Se repararem, "Ainda bem assim fico mais um pouco deitado" é o pensamento que Liedson tem todos os jogos, quando se atira para o chão e o árbitro apita... Quando ele não apita, há que se levantar e reclamar!)

Mas, sinceramente, esta ideia de abordar o início do dia já José Cid tinha pensado, quando na música "Pouco a Pouco" começa com um estonteante:

"Vá lá, são sete e meia, amor
E tens que ir trabalhar.
Acordas-me com um beijo
E um sorriso no olhar!
"

Não, Boss AC não é um passo à frente ao nível das letras, cara "Ana"... Até porque, reparem nesta linha da mesma música de Boss AC:

"Quando chego ao job para arrumar é uma ganda canceira"

Ao "job", caro AC? Quer Boss AC ser uma grande influência para as crianças de Portugal e nem a nossa língua sabe falar? É esta a essência das letras do Rap e do Hip-Hop, cara "Ana": Deixar passar maus hábitos para as nossas crianças?

Cara "Ana", quando escreve que eu devia perceber o significado destas letras, pois dessa forma talvez eu deixasse de gozar, olhe que secalhar o efeito é o contrário... Por outro lado, Tino de Rans canta para os nossos petizes:

"Pão, pão com manteiga é bom
Pão, pão com fiambre ainda é melhor!
"

Eu entendo que talvez a manteiga tenha uns triglicéridos a mais e tal e que, portanto, Tino de Rans deveria dizer "Pão com manteiga light é bom", mas ainda assim o conselho de Tino parece-me mais sensato do que o de Boss AC, quando canta, na mesma música que estou a analisar:

"Vou ao café para comer uma bola de berlim"

Cara "Ana", parece-me que quem não conhece as letras é você, e no seu caso não conhece as do Tino de Rans! Sente-se, confortavelmente, no seu sofá e responda-me com dignidade, pois isso sim é engraçado. E se, por outro lado, preferir ignorar-me e ir ouvir Boss AC, então lembre que eu sou o Miguel Dias e que o AC lhe canta:

"Ainda bem que há dias assim..."

E depois, no fim do refrão, ainda sublinha ecleticamente:

"Devia haver mais dias assim..."

Vivam as letras do Rap e do Hip-Hop! (E, já agora, vivam os anéis do Boss AC, com os quais tive a gentileza de não achincalhar ao longo deste artigo...)

3 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2008
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2007
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2006
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2005
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2004
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D