Sexta-feira, 24 de Agosto de 2007
Será mesmo um ciclista?

Quando me preparava para abandonar o tema "doping no ciclismo", ao agradecer ao André Santos pela companhia de guerra, heis que surge um comentário a esse artigo de despedida.

 

"As coisas k se acham na net... então eras tu o "chico esperto" que estava á beira da estrada com o cartaz! só tenho pena de já não ir a tempo de te pregar com a bike em cima até ficares bem marcado."

Isto dito assim até parece que é um ciclista que participou na Volta a Portugal do Futuro, passando por Vila de Rei e vendo o meu cartaz!

E chama-me de "chico esperto"! Assim sendo, vou mudar o nome deste blog para "há Espertos assim..."

Com esta entrada, este ciclista, quem nem se dignou a deixar um e-mail para eu lhe responder ou a apresentar-se pelo nome, apelidando-se de "eu", mostra que está chateado comigo. Calha bem! Eu também estou chateado com o ciclismo!

"Então tu achas-te no direito de julgar assim 110 pessoas diferentes ?? "

Então e o senhor acha-se no direito de, ao passar e atirar àgua a um adepto da sua modalidade, por em causa a sua liberdade de expressão?

"para pedires isso aos ciclistas terias de ir também para os estádios a dizer para correrem com a bola nos pés limpos também, ou o doping só existe no ciclismo? Por acaso até é a modalidade mais controlada de sempre e que mais medidas toma na luta contra o flagelo do doping."

A diferença é que nos outros desportos, a tendência é que o doping seja usado por atletas de escalões inferiores, para poderem chegar a um patamar superior... Uns "Nuno Assis", digamos... No ciclismo, falamos de ciclistas preponderantes para a história do ciclismo! Sim, uns tais "Vinokourov"!

Mas caro "eu", deixe-me fazer-lhe uma comparação: Já ouviu falar em casos de racismo no futebol português? No entanto, em Espanha o racismo é o prato do dia naqueles estádios! O problema encontra-se (não só, mas também) em Espanha, e no entanto esse problema é lembrado em imensas competições mundiais, com os jogadores a entrarem em campo com as t-shirts do "Todos Diferentes Todos Iguais" e afins...

"É óbvio que não gostámos, ainda pra mais sendo um escalão de formação, tal como tu não gostarás que eu te julgue como um parveco que gosta de chamar a atenção. Ninguem mais que a maioria dos ciclistas a querer um desporto limpo. O meu único incómodo pelo cartaz é a má imagem que passa do ciclismo, se não formos nós a defende-la de parvecos como tu quem o fará ?"

É claro que é um escalão de formação! Aposto que as histórias que se ouvem em França não existem nesta competição! (Mas, sou-lhe sincero: também não acredito na inocência de todos os 110 ciclistas que passaram ao meu lado.) O que eu fiz tratou-se de dar a entender a quem está na modalidade o pensamento do adepto. Isso é crime? Isso é ser "um parveco que gosta de chamar a atenção"? Eu não acho. Acho que é comunicação. O problema é que muitos adeptos acham o mesmo que eu mas ignoram isso! Desde que o Cândido ganhe o sprint, o resto não interessa...

Mas já agora... Se está mesmo preocupado com a má imagem do ciclismo, acha que a defende se atirar àgua a todos os que vos alertam para essa má imagem? Eu não acho. Eu acho que, mandando àgua, vocês querem apenas calar as vozes que vos criticam. Mas com isso: estão a apagar o problema ou a apagar quem vê o problema? Essa é uma forma bastante salazarista de tratar o assunto, mas esteja à vontade.

"Quer acredites ou não ainda há quem abdique de muita coisa e que se dedique de maneira séria para estar ao mais alto nível! E se és assim tão revolucionário há praí muita coisa a que te podias dedicar, mas antes informa-te para saberes do que falas..."

Eu acredito nisso. E é por isso que eu vou para a beira da estrada com cartazes. Porque eu quero ver em França quem abdicou e se dedicou de maneira séria à modalidade e não quem tem aquele amigo no laboratório e lhe orienta as transfusões de sangue.

E não, não sou assim tão revolucionário. Compreendo, no entanto, que o senhor me aconselhe a informar-me antes para saber do que falo. Porque, seja sincero comigo: Há muitas conversas entre directores e ciclistas, muitas noites passadas fora da tenda, que nem eu nem os outros adeptos sabemos, não há?


há tanta coisa gira para fazer neste mundo, mas o Dias optou por escrever isto pois não tinha nenhuma amiga com ele e encontrava-se: Dopado.
enquanto o Dias escreveu este artigo, apesar de pequenas, as suas orelhas ouviram isto: Plaza - On Radio


já foram feitos 8 comentários. que coisa pujante!:
De eu a 25 de Agosto de 2007 às 01:01
Primeiro é óbvio que não ia deixar o nome nem o mail. Apenas quis deixar a minha sincera opinião e não pretendia nenhuma resposta nem muito menos ser identificado por nada, por isso realmente nao me dignei porque não tenho k o fazer. Depois posso tirar-lhe as dúvidas (já k me tratas por senhor, k não sou), sim eu vi o cartaz e como já disse tive pena de não poder fazer nada (não k fosse a melhor solução) o melhor mesmo era ignorar. Tavas na viragem à esquerda para ferreira do zêzere antes de começar a descer. Certo ?? á beira da estrada (logo depois da viragem, quase ao pé do cruzamento)... depois tu ao mostrares o cartaz não estas a dar hipotese de defesa aos 110 atletas que ali estavam a passar, por exemplo de te fazer ver certas coisas, como eu tentei, ora eles (porque eu não fiz nada, com pena) só tinham uma maneira de se defender, visto que parar não dá, o ciclismo não é como o futebol que te mandas po chão e paras o jogo meia hora quando não te doi nada, muitas vezes faz-se tudo para chegar à meta ainda que seja como o tal vonoukorov k tu falas, que fez mais de 20km com os dois joelhos abertos no tour. Não percebi também o que esses temas do futebol têm a ver pra esta conversa, tu lá sabes, já vi que gostas muito de futebol. Os grandes do futebol são todos os santinhos é o que vale, isso porque secalhar não têm k dizer onde moram, para onde vão, fazer análises todos os meses (+ os controlos, k no ciclismo são o triplo ou mais do que nas outras modalidades), e até dar o adn. Outra diferença é que um ciclista acusa e é despedido, e um futebolista como o exemplo que deste (um tal nuno) é defendido pelo clube e considerado inocente, um ciclista mesmo que o seja (inocente), porque muitas das vezes não tem culpa (são os gajos dos laboratórios, será k não andas a ver muito CSI?) é tratado como criminoso e não tem hipotese de defesa, alem de ter de dar o seu ordenado de um ano. Mas isto são outras questões... Agora em relação ao teu cartaz, até isso demonstra que não percebes nada de nada de ciclismo, se queres que responda à tua pergunta do cartaz eu respondo, Já tínhamos chegado já, ao pé de ti, em pelotão, porque é possível, aliás qualquer pessoa que treine durante algum tempo conseguia chegar ao pé de ti dentro do pelotão depois de ter partido de abrantes, no tempo em que nós o fizemos, secalhar não era bem isso que querias dizer, o doping é um assunto muito mais complexo do que tu o fazes. Depois também já vi que pensas que o "doping" se arranja ali no supermercado e que é uma coisa totalmente banal. Depois vais para uma prova de "amadores" que são os mais iludidos e que esperam um futuro melhor para o ciclismo com esse cartaz, para protestar com o tour, que tu vês sentadinho no sofá, mas que aposto que adoras o espetáculo que vês, e não te importas se a etapa tem 4 ou 5 montanhas de primeira categoria, quantas mais pra ti melhor, porque o k queres ver é o sofrimento dos ciclistas, é o que todos os adeptos gostam no ciclismo, de ver nos ciclistas o que eles não são capazes de fazer. Agora não te venhas revoltar com o ciclismo ainda por cima num escalão de formação, o doping é um problema do desporto, e se fores ver estudos eles mostram-te que o ciclismo não é a modalidade com mais positivos em relação ao número de controlos efectuados. Aceito a tua revolta, mas se não acreditas no ciclismo por e simplemente deixa de ver ou de ir à beira da estrada, ainda há quem acredite, como se viu por exemplo na recente volta a portugal. Mas aposto que não te incomodas de ver um belo jogo de NBA onde os gajos são "bué grandes", ou uma corrida de F1, onde aí não entra ninguem para fazer controlos, por e simplesmente não existem. Que fique bem claro que sou CONTRA O DOPING, esta conversa toda só para te fazer ver que não podes vir implicar com o ciclismo em relação a este tema, até porque pelo que me pareceu continuaste a defender o futebol. O ciclismo infelizmente não mete tanto dinheiro como o futebol, secalhar isso explica muita coisa...
Felizmente estão a ser tomadas inúmeras medidas no ciclismo, às vezes mesmo de perseguição, mas como ser ciclista também só é quem quer ( e pode), tem que se sujeitar. Batoteiros sempre vai haver, em tudo, não só no desporto, ou no ciclismo...
Se um dia achar que estou totalmente errado volto


De eu a 25 de Agosto de 2007 às 01:19
Continuando mais um pouco, porque não has-de tu acreditar num ciclista que por exemplo (e quando te referiste ao cândido que o que interessava à maioria das pessoas era k ele ganhasse o sprint, e o resto não importava) anda de amarelo, é controlado todas as etapas, para além de outros controlos. O cândido numa entrevista que deu ao jogo disse que nesta volta chegou a ser controlado 4 vezes no mesmo dia pelas várias entidades nacionais e internacionais, aposto que ao cristiano ronaldo não o vão acordar ás 7 da manhã para tirar sangue, sim porque ele não pode ser incomodado, ou pode tar no jacuzi a recuperar do treino de hora e meia que fez no dia anterior, e secalahar até foi pra discoteca no dia anterior mas tá sempre numa forma brutal a correr que parece um leão (é só um exemplo, eu até gosto do cristiano ronaldo). Na liga portuguesa dos 22 jogadores são dois ou três controlados por jogo quando são, porque raio acreditas tu neles, acho que pelo menos tu no ciclismo tens mais garantias de que os batoteiros são apanhados. E se um ciclista passa em todos os controlos porque razão tens tu de desconfiar? não percebo bem a tua ideia. Tu ficaste revoltado pelos casos no tour, no entanto devias ficar contente, porque no fim de contas eles foram "apanhados", não era isso que querias? Ou o que preferias era não saber, que é o que se passa no exemplo que dei do futebol. eu fico triste porque não é bom para o ciclismo, por esse preconceito. Até porque as noticias de ciclismo só se dão para dar conta dos casos de positivos. Enfim... Não vou avançar mais já chega, até acho que já perdi muito tempo.


De andrea a 22 de Agosto de 2008 às 22:34
desculpa lá mas dizer que "quantas mais pra ti melhor, porque o k queres ver é o sofrimento dos ciclistas, é o que todos os adeptos gostam no ciclismo, de ver nos ciclistas o que eles não são capazes de fazer." não te fica lá muito bem. tas a desrespeitar as pessoas que vos apoiam, que até podem não perceber muito de ciclismo mas mesmo assim vão para a berma da estrada puxarem por voces.

Alem disso, não é "por e simplesmente " que se diz mas sim pura e simplesmente.


De cicloturista a 10 de Julho de 2009 às 00:52
Estive a pensar seriamente se respondia ou não , penso que este assunto não merece muita atenção
se achas que isso é liberdade de expressão eu posso ir para a frente da casa de um familiar teu com um cartaz a disser " FIM A PROSTITUIÇÃO" é liberdade de expressão como afirmas.
Em relação ao vinokorov , tenta andar a pé com 20 pontos nos joelhos, ele competia numa prova das mais duras do mundo.
e já que te referes ao futebol, faz as contas de quantas horas tem o campeonato português e quantas horas um ciclista mediano compete.
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Estive a pensar seriamente se respondia ou não , penso que este assunto não merece muita atenção <BR>se achas que isso é liberdade de expressão eu posso ir para a frente da casa de um familiar teu com um cartaz a disser " FIM A PROSTITUIÇÃO" é liberdade de expressão como afirmas. <BR>Em relação ao vinokorov , tenta andar a pé com 20 pontos nos joelhos, ele competia numa prova das mais duras do mundo. <BR>e já que te referes ao futebol, faz as contas de quantas horas tem o campeonato português e quantas horas um ciclista mediano compete. <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Ha</A> doping no ciclismo e vai continuar a haver, mas é uma minoria de ciclistas e é fácil de criticar porque não sofremos o que eles sofrem e nem temos a pressão que eles tem para mostrar resultados. <BR>acreditas que no futebol não há doping? que são todos uns santinhos? gostava de ver os futebolistas a serem controlados as 5 horas da manha antes de um jogo importante. <BR>vou ficar atento a este blog e ver se terás a coragem de publicar este comentário e revelares que tens liberdade de expressão <BR><BR>obrigado


De delta_unit a 10 de Julho de 2009 às 23:42
Espero que a atenção do utilizador "cicloturista" ao meu blog seja tal que leia este comentário.

E, já agora, espero que tenha lido a continuação da conversa em epígrafe mencionada com o respectivo ciclista, que se sucedeu durante mais alguns dias.

Se o fez, então sinto que este comentário é desnecessário, pois já expressei claramente o que achava do tema "doping no ciclismo".

Se ainda não o fez, então convido-o a ler a dita conversa.

E não, não irei escrever um artigo novo para abordar este tema. É novo para si, é certo. Mas para mim já deu o que tinha a dar. Achei a conversa com o referido ciclista muito esclarecedora, e espero que tenha sido de ambas as partes. Ou seja, eu fiquei a perceber a indignação dos ciclistas em relação a este tipo de generalizações - se calhar não tão erradas quanto isso -, e espero que o ciclista com quem tive a oportunidade de debater tenha ficado a perceber o ponto de vista de uma pessoa que, na verdade, é adepta da modalidade.

Não me interprete mal, mas se tivesse chegado há dois anos a esta discussão, estava na hora certa.
Agora, a liberdade de expressão permite-me não voltar a esgrimir os mesmos argumentos que já utilizei com o ciclista de há dois anos.

Se, por outro lado, quiser adicionar algo novo à discussão, estou aberto a isso. Mas só na zona de comentários do último artigo sobre esta temática, nunca num novo artigo.


De cicloturista a 11 de Julho de 2009 às 12:01
Nao tenho qualquer intençao de continuar esta discussão, mas acho muito injusto as pessoas criticarem coisas do que nao sabem do que falam.
Vou dar um exemplo, a cerca de 4 anos a cafeina, aspirina, mentol e outros produtos do dia a dia éram considerado doping, bastava tomar 3 cafes num dia para acusar doping. O 1º ano que Lançe Armestrong vençeu foi acusado de doping pela imprensa por causa de uma pomada para as fridas.
Ha ciclistas que tomam produtos para melhorarem o seu desempenho, disso nao ha duvidas, mas isso ha em todos os desportos, mas falasse mais do ciclismo porque é a modalidade mas controlada e dos desportos mais duros.
As pessoas que estao de fora da modalidade nao imaginam a pressao que os ciclistas e equipas tecnicas sofrem para obter resultados, essas pressoes sao feitas pelos patroçinadores e pela imprensa.
acho este blog muito bem feito e interessante, gostaria que ele continuasse, só assim é que existe a liberdade de expressao e democraçia.

obrigado pela resposta


De delta_unit a 12 de Julho de 2009 às 01:38
Eu percebo o que quer dizer. E quando tive a discussão com o outro ciclista, já tinha percebido a ideia. Mas não deixa de ser um facto que estão sempre a surgir histórias de doping, que mancham a imagem da modalidade.

Volvidos dois anos após a discussão com o ciclista que comentou o meu blog, fico com a sensação que esta história do doping é o resultado de uma bola neve de pressões.
Por um lado, as organizações procuram tornar as provas mais duras, para poder criar as devidas diferenças nas classificações (não me interprete mal, mas uma chegada ao sprint não me aquece nem arrefece).
Mas por outro lado, as equipas continuam a achar que a velocidade média tem de andar sempre a à volta dos 40 km/h, e se assim não for temos de o tornar possível. Como? Não é treinando mais, pois o verdadeiro ciclista já treina tudo o que pode... É com doping.

Felizmente, e graças à conversa que tive com o outro ciclista, percebi que, se calhar, os ciclistas acabam por não ter outra opção. Poderei estar enganado. Mas quando os directores das equipas dizem que não sabiam que o seu atleta se dopava e que agora o vão castigar... Eu não acredito.
E nessa altura desligo a televisão.
E é isso que me assusta.
É que eu gosto muito da modalidade, mas às vezes estas histórias obrigam-me a desligar a televisão.

Eu sei que o meu discurso ao longo dos diferentes artigos era bastante agressivo (fruto da minha indignação do momento), mas acredite que se você está indignado com esta ideia geral que o público tem do ciclismo, eu também estou indignado por me ver obrigado a tê-la.


De cicloturista a 12 de Julho de 2009 às 12:50
sei que o ciclismo tem uma má imagem perante do publico, mas isso é por ser a modalidade que mais luta pela verdade desportiva.
ha doping em todas as modalidades e penso onde se ve mais doping e que ninguem fala é no culturismo.
sempre tive ligado ao desporto e prinçipalmente ao ciclismo e temos de ser honestos, sempre houve doping e vai continuar a haver e em todas as modalidades, umas mais controladas que outras. Quantos joguadores de futebol foram apanhados nestes ultimos anos com doping? nao me lembro de nenhum e nao acredito em milhares de jogadores profissionais que alguns nao se dopem.
Nao defendo o doping, apenas defendo profissionas que sofrem todos os dias para treinarem para poderem dar espetaculo para o publico.
neste momento esta a decorrer o tour de françe, conheço pessoalmente alguns desses ciclistas e sei o que eles sofrem para poderem dar o espetaculo que ofereçem ao publico.

obrigado pelas respostas


podia ficar parado, mas na verdade não tenho muito que fazer. vou comentar isto então.

'sussure alguma coisa ao ouvido do Dias:

'se quer saber onde raio anda o tal artigo que ouviu falar, procure aqui:
 
'Agosto 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
14
16
18

19
20
22
23

27
29
30
31


'apesar de frequentarem blogs muito maus, o Dias sugere-vos estes:
'coisas muito mal escritas, mas bastante recentes

' Sem título.

' E se eu não tivesse tempo...

' O nome "Vigor" pode mesmo...

' O fim das bolachas Maria.

' Se está farto de mulheres...

' Adorar vacas pode, afinal...

' Eles não gostam de nós.

' Não leia isto para bebés.

' Levante o pé.

' Contem-me uma melhor.

' Alto e pára o baile!

' Um casamento garante-te n...

' Já que a Bolsa não dá nad...

' Um dia não me lembrarei d...

' "Olha, queres uma pastilh...

' Uma Sueca em vez de Solit...

' É tudo uma questão de tem...

' Caros Leitores

' Isto desconcentra os deus...

' Vai um copo?

'porque um blog com um arquivo é sempre uma coisa muito gira
2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


blogs SAPO
'subscrever feeds