Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

há Dias assim...

Há dias históricos, banais, marcantes, deprimentes, excelentes, maus, magníficos, secantes, fantásticos, desinteressantes e, quiçá, bons. E depois também há Dias assim... Se gosta de Dias assim, parabéns. Está no blog certo.

Há dias históricos, banais, marcantes, deprimentes, excelentes, maus, magníficos, secantes, fantásticos, desinteressantes e, quiçá, bons. E depois também há Dias assim... Se gosta de Dias assim, parabéns. Está no blog certo.

há Dias assim...

03
Nov07

Experiência de vida.

delta_unit

Ser assaltado é uma emoção.

A sério.

Então quando se leva um murro assim bem assente na boca!

Upa upa!

 

Digo isto porque ontem adquiri experiência nesse ramo.

Lá se foi o telemóvel e umas moedas da carteira.

E eu até acredito que é possível ser roubado com dignidade.

Mas ontem... Ontem não houve dignidade!

 

Ontem calharam-me três ladrões de muito baixo nível.

Bolas, se eram três e eu sou assim lingrinhas, para quê agarrarem-me?

Para quê?

Porque não uma aproximação séria, com um pedido formal e educado, do estilo:

"Olá, boa noite. Somos ladrões e queremos assaltar-te. Dá-nos o teu telemóvel, o dinheiro e outros eventuais valores que possas ter."

 

Não. Agarram logo o traseunte, tapam-lhe a boca e tentam tirar-lhe a mala da faculdade!

Como se os ladrões das ruas da capital quisessem sebentas de Resistência de Materiais II.

Se eles não me tivessem agarrado, tinham levado exactamente a mesma coisa.

Mas não. O importante é agarrar a vítima, fazê-la sentir o medo.

 

É aqui que os nossos ladrões pecam.

Eles não acreditam que as pessoas vítimas da sua actividade podem percebê-los.

Eu percebo a profissão deles! Percebo tão bem a profissão deles que defendo acerrimamente uma vigilância implacável por parte das nossas autoridades!

 

Mas ontem o assalto ainda teve algo de grotesco.

Um dos ladrões mordeu-me a mão.

Que gesto digno.

Se há coisa preponderante no sucesso de um assalto é a mordedura na mão do assaltado.

Porque o assaltado, sem mão, não consegue pegar no telefone para ligar à polícia.

Mas para quê, se os ladrões já levaram o telemóvel?

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2008
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2007
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2006
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2005
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2004
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D