Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

há Dias assim...

Há dias históricos, banais, marcantes, deprimentes, excelentes, maus, magníficos, secantes, fantásticos, desinteressantes e, quiçá, bons. E depois também há Dias assim... Se gosta de Dias assim, parabéns. Está no blog certo.

Há dias históricos, banais, marcantes, deprimentes, excelentes, maus, magníficos, secantes, fantásticos, desinteressantes e, quiçá, bons. E depois também há Dias assim... Se gosta de Dias assim, parabéns. Está no blog certo.

há Dias assim...

08
Abr08

From Sin World to Paradise.

delta_unit

[Nota: O título deste artigo dava um bom nome de álbum de uns punk-rock quaisquer, não?]

 

No Japão, tal como em qualquer lugar do mundo para além da casa de Francisco Louçã, existem muitas tradições.

(Na casa do Louçã não existe porque ele esquece-se sempre delas, vá-se lá saber porquê... Bob Marley também se esquecia das coisas. Vá-se lá saber porquê.)

 

As tradições do Oriente, por seu turno, tendem a parecer-nos esquisitas.

Na verdade, elas não são esquisitas. Nós é que não estamos habituadas a elas!

Aliás, nós temos tradições bem mais parvas do que a de arrotar no final de uma refeição!

(Agora que comparo bem, se calhar não temos.)

 

Uma das interessantes tradições japonesas é o Quingming  Festival. Em poucas palavras, o Quingming Festival é um dia em que os japoneses se lembram dos seus defuntos e lhes desejam uma boa estadia no além.

E para o fazerem têm como hábito queimar sobre as campas dos seus defuntos coisas de papel que lhes queiram enviar para o outro mundo. Ou seja, modelos feitos em papel de casas, de carros, de telemóveis...

 

Eu coloco uma questão: para que precisa o defunto de um carro no além, se ele tem a eternidade para ir a pé?

Pensem nisso.

 

A verdade é que esta tradição pode ser uma das principais impulsionadoras do origami, aquela que para mim é das artes mais giras do mundo. Porque com ela, as folhas de apontamentos que eu redijo nas aulas ganham algum significado.

Ora, como nem todos os japoneses percebem de origami, há lojas de modelos em papel para este dia específico. Para o Quingming Festival.

Até aqui tudo normal, não fosse esta notícia.

 

Basicamente, os chineses de etnia malaia estão cada vez mais a comprar modelos de lingerie, em papel, para queimar neste dia sobre as campas dos seus familiares que já faleceram.

Ou seja, esta malta acha que os seus defuntos precisam de lingerie no outro mundo!

 

Eu não sei bem se a religião desta malta é muito diferente da minha ou não, mas... Se a malta que faleceu alcançou a vida eterna, não foi com lingerie de certeza!

E se apanham os nossos amigos lá em cima de lingerie? Não serão eles expulsos da vida eterna?

 

Calma, eu não acho que a lingerie seja pecado. Bem pelo contrário!

Mas, infelizmente, não fui eu quem escreveu as Tábuas da Lei.

 

Eu acho que enviar lingerie para o outro mundo é como que dizer aos nossos amigos "Vá, tu não devias estar aí!"

E isso, diga-se, não é bonito de se fazer! Quem somos nós para julgar?

Sim, nós, humanos: quem somos nós para julgar?

Se até os juízes do processo Casa Pia andam ali tanto tempo para julgar aquela malta toda, então nós, profundos leigos em matéria de justiça...

 

Se esta moda chegar a Portugal, peço-vos que queimem sobre a minha campa um elevador de papel.

Para eu depois descer à Terra e viver cá a eternidade.

É que lá em cima as mulheres devem ser todas umas santinhas.

E eu cá gosto delas bem pecadoras!

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2008
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2007
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2006
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2005
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2004
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D