Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

há Dias assim...

Há dias históricos, banais, marcantes, deprimentes, excelentes, maus, magníficos, secantes, fantásticos, desinteressantes e, quiçá, bons. E depois também há Dias assim... Se gosta de Dias assim, parabéns. Está no blog certo.

Há dias históricos, banais, marcantes, deprimentes, excelentes, maus, magníficos, secantes, fantásticos, desinteressantes e, quiçá, bons. E depois também há Dias assim... Se gosta de Dias assim, parabéns. Está no blog certo.

há Dias assim...

26
Dez08

Cozido à portuguesa - Uma energia alternativa.

delta_unit

É certo que ao pé do Mário Soares, o presente blog é uma criança.

Não obstante, posso dizer que este já tem alguma história.

E ao longo de uma catrefada de artigos tenho vindo, insistentemente, enaltecendo o meu fascínio pela raça humana.

 

Zézé Camarinha à parte, a verdade é que todos nós fazemos coisas prodigiosas com o nosso corpo.

O Cristiano Ronaldo faz magia com os pés. - "Onde raio está a bola?"

A Shakira faz magia com as ancas. - "Como raio faz ela aquilo?"

E os administradores do Banco Privado Português fazem magia com as mãos. - "Onde raio está o nosso dinheiro?"

Somos fascinantes, não somos?

 

Podemos não conseguir lamber o nosso próprio cotovelo, mas conseguimos coisas prodigiosas.

No entanto, longe vão os tempos em que, a braços, escravos remavam os trirremes romanos.

Hoje basta encostar o pé ao pedal do nosso automóvel e lá vamos nós, a caminho de mais um dia de trabalho.

Só é pena que isso consuma combustíveis fósseis.

Surge então a novidade! Mais uma capacidade incrível que o nosso corpo têm!

(A notícia é capaz de estar neste link.)

 

Em Beverly Hills, nos Estados Unidos da América, o doutor Craig Alan Bittner colocou o seu carro desportivo a consumir gordura humana, aproveitando assim os resíduos da sua clínica de estética.

Finalmente, uma ideia decente!

Obesos mórbidos, se me lêem, não se ofendam comigo: façam uma ligação directa entre a vossa (reparem na simpatia deste diminutivo) barriguinha e um camião TIR, vão dar umas voltinhas pela Europa e daqui a duas semanas estão feitos uns modelos!

É uma clara situação de win-win: Não se consome petróleo e acaba-se com o problema da obesidade.

 

Assim começo a perceber o sentido do McDrive.

"Eu queria um McCheese e uma Cola, se faz favor."

"Olhe que isso só dá para 45 km, e o próximo McDonalds é só daqui a 60 km."

"Tem razão, tem razão. Dê-me mais duas tartes de maçã em EuroPoupança."

 

Esta notícia, no entanto, deixa-me levemente discriminado.

Eu, que não tenho tecido adiposo nenhum, vou ter de continuar a consumir gasolina.

E essas Valentinas Torres (nome aleatório, claro) podem passear de automóvel à vontade, para além de terem agora um motivo válido para não ficarem embaraçadas no talho quando compram 10 kg de carne para uma refeição a dois.

 

Basta de discriminação com os magros.

No próximo ano, para que eu me sinta bem, exigirei do Modelo e Continente uma Popota magra.

Dos Gossip, uma vocalista magra.

E do Fernando Mendes, uma montra final boa, mas sem os caramelos, para não engordar.

(O quê? Pensavam que eu me ia referir à barriga do Fernando Mendes? Não, não. Para humor previsível, não visitem este blog.)

 

O nosso corpo é realmente fascinante.

Qualquer dia os impactos das quedas do Nélson Évora alimentarão computadores.

E os dentes do Paulo Portas serão os reflectores da A1.

Os olhos da Olivia Wilde serão utilizados na Via Verde.

E o cérebro do José Castelo Branco... Bom, esse nunca servirá para nada.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2008
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2007
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2006
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2005
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2004
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D